Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Corpo de jovem morta em Palmas chega às 18h em Serrana

Patrícia Aline dos Santos, 29 anos, foi encontrada num matagal próximo a um shopping de Palmas; ex-namorado é principal suspeito de ter cometido o crime

| ACidadeON/Ribeirao



O corpo da jovem Patrícia Aline dos Santos, de 29 anos, encontrada morta em Palmas- Tocantins, na manhã de quinta-feira (9), está previsto para chegar às 18h desta sexta-feira (10) no Velório Municipal de Serrana, cidade onde a família dela mora. O enterro será neste sábado (11), por volta das 9h, no Cemitério Municipal de Santa Rosa do Viterbo.  

O corpo de Patrícia foi encontrado com marcas de tiros em um terreno, próximo a um shopping na cidade de Palmas. O ex-namorado dela, Iuri Ítalo Mendanha, 24 anos, é o principal suspeito de ter cometido o crime.  

O advogado Ivanésio de Oliveira Santos, 30 anos, primo de Patrícia, diz que a família não chegou a conhecer o ex-namorado porque o relacionamento era muito recente, tinha menos de dois meses. "A Patrícia chegou a falar que queria vir embora e já se preparava, mas aconteceu essa crueldade", disse.  

Mensagens
Em uma troca de mensagens com uma amiga de Palmas, Patrícia pede socorro e fala das ameaças de morte recebidas de Iuri. "Amiga, vem aqui em casa, corre. O Yuri quer me matar, corre", diz.  

Segundo o primo, Patrícia comentou sobre o término do namoro com os familiares e falou sobre as ameaças e o comportamento suspeito do ex-namorado para a irmã.  

Ivanésio acredita que Patrícia só não veio embora antes por causa dos bichos de estimação que tinha em Palmas: três cães -uma cadela grande e dois cães pequenos- e um gato.  "Ela não deixava os bichinhos por nada. Tinha uma paixão muito grande por eles", afirmou.  

Batalhadora
Patrícia era sonhadora , cheia de objetivos e muito preocupada com a família. "Se ela soubesse que alguém estava doente, na hora ela já entrava em contato", disse Uma das metas da jovens era ter o próprio salão de beleza.  

"Era uma pessoa que lutava pelos seus objetivos. Ela foi para um lugar longe, sem o amparo da família e mesmo longe, estava perto, porque sempre ligava para a mãe dela", afirmou.

De acordo com o delegado Israel Andrade Alves, em entrevista à EPTV, testemunhas apontaram que os dois mantinham um relacionamento conturbado. E que na última segunda-feira, Iuri teria pulado o muro da casa de Patrícia para agredi-la.  

A polícia confirmou que o suspeito já ameaçava a vitima havia cerca de duas semanas, desde o fim do namoro. Inclusive, ele teria usado uma arma para assustá-la.

Segundo o delegado, na casa de Iuri foram encontrados duas espingardas, cartuchos, embalagens de munição calibre 32 e um estojo para um revólver do mesmo calibre. Segundo o delegado, Iuri será indiciado por feminicídio. (Germano Neto, com supervisão de Rita Magalhães)  

QUER CONTINUAR LENDO ESTE CONTEÚDO E MUITOS OUTROS? FAÇA SEU LOGIN OU CADASTRE-SE

Informe seu e-mail e senha cadastrados para ter acesso a todo conteúdo do site:

ainda não tem cadastro?
QUER LER ESSE CONTEÚDO? CADASTRE-SE

Informe seu Nome, E-mail e senha para se cadastrar no Acidade ON

Quero ser informado sobre promoções e ofertas do Acidade ON e seus parceiros
Aceito os Termos de Uso do Acidade ON

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Veja também