Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Ribeirão Preto terá manifestação contra ministra Damares Alves

O ato é em protesto à declaração dela de que meninos vestem azul e meninas vestem rosa; Frase foi dita no dia que ela assumiu o ministério

| ACidadeON/Ribeirao

Declaração de Damares Alves será alvo de protesto em ribeirão (Foto: Wilson Dias / Agência Brasil)
Ribeirão Preto vai ter uma manifestação contra a ministra Damares Alves, responsável pelo Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos.

O ato está marcado para a esplanada do Theatro Pedro II, às 18h30, do dia 11 de janeiro (próxima sexta-feira).

O protesto está sendo organizado por Ale Correia, do coletivo Dfora do Armário, e por Washigton Ricardo, da ONG Asgattas

"A manifestação é em repúdio à fala da ministra Damares Alves, que disse que meninos vestem azul e meninas vestem rosa, excluindo outras formas de existência", disse Ale Correia.

De acordo com Ale, o horário foi escolhido para "aproveitar as pessoas saindo do serviço".

Polêmicas

A ministra Damares Alves deu a declaração que será alvo do protesto no dia 2 de janeiro, logo após tomar posse no ministério.

"Atenção, atenção. É uma nova era no Brasil. Meninos vestem azul e meninas vestem rosa", disse Damares, em vídeo amplamente divulgado na internet.

Em entrevistas posteriores, a ministra chegou a dizer que a frase foi "uma metáfora".

"Então quando eu disse que menina veste cor de rosa e menino veste azul, é que nós vamos estar respeitando a identidade biológica das crianças", disse ela, em declaração dada a Globo News.
  
REVEJA DECLARAÇÃO POLÊMICA DA MINISTRA: 


Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook