Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Contas de água de Ribeirão Preto passam a ter o nome dos usuários

Segundo o superintendente do Daerp, Afonso Reis Duarte, o modelo auxiliará na diminuição da inadimplência, que hoje é de 19% dos usuários

| ACidadeON/Ribeirao

Inicialmente, novo modelo será adotado em 34 mil imóveis (foto: Matheus Urenha / Arquivo A Cidade)
As contas de água emitidas pelo Daerp (Departamento de Água e Esgoto de Ribeirão Preto) passam a vir com o nome dos usuários. O lançamento do novo modelo das contas foi nesta quinta-feira (7), no Palácio Rio Branco. Condomínios que ainda não têm contas individualizadas terão suas cobranças com o nome dos empreendimentos.  

De acordo com o superintendente do Daerp, Afonso Reis Duarte, o novo modelo permitirá diminuir a inadimplência dos usuários, já que, segundo ele, facilita as notificações diretamente aos moradores que estão nos imóveis. A autarquia informa que 19% dos usuários em Ribeirão Preto estão inadimplentes.  

"É uma coisa absurda. Porque você não pode cortar a água, você não conhece o usuário. Não tem como fazer a notificação. Esse é um passo muito grande para melhorar o relacionamento com o usuário", disse Duarte, que ainda afirmou que o objetivo do Daerp é diminuir para 6% a quantidade de devedores.  

O novo modelo da conta da água em Ribeirão Preto será implantado gradualmente. Primeiro serão 34 mil contas com a identificação do responsável do imóvel. O objetivo é alcançar os 194 mil usuários cadastrados.  

Caso o nome do consumidor venha errado nas contas, o Daerp disponibiliza o número 115 para que possam ser passadas as informações para a correção. O superintendente do Daerp ainda informa que solicitou para a Coderp (Companhia de Desenvolvimento Econômico de Ribeirão Preto) que seja disponibilizado um canal eletrônico para que a população faça a solicitação pela internet.  

Além disso, o Daerp comunica que as imobiliárias farão a atualização dos dados dos usuários, em casos de imóveis alugados e, portanto, as contas virão com o nome do locatário e não do proprietário do imóvel.  

Já no caso de condomínios que ainda não se adequaram com hidrômetros individuais para cada unidade, as contas virão com o nome do empreendimento e o seu cadastro jurídico. Os hidrômetros individualizados são obrigatórios em Ribeirão Preto desde 2011. 

MAIS 
VEJA A COLETIVA QUE ANUNCIOU A MUDANÇA


Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook