Aguarde...
JÁ É CADASTRADO?

Informe seu e-mail e senha para ter acesso a todo conteúdo do site:

ou
ainda não tem cadastro?

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Explosão interdita vias próximas da avenida Caramuru

Explosão aconteceu na manhã desta sexta-feira (15), em Ribeirão Preto; casas e empresas foram evacuadas

| ACidadeON/Ribeirao

 

Explosão em clube de tiro aconteceu por volta das 9h, desta sexta (15) (Foto: Weber Sian/ACidade)

A explosão que causou a interdição da avenida Caramuru e das ruas Tomás Pilegi e Professora Sebastiana Garcia, na manhã desta sexta-feira (15), também suspendeu o trabalho de parte dos comerciantes do entorno. A medida foi necessária após a explosão de um clube de tiro e acervo de pesca ser registrada.  

De acordo com as primeiras informações, a reação entre a pólvora que é produzida na empresa e uma máquina de solda teria causado o acidente por volta das 9h15. Na parede dos fundos é possível ver a gravidade dos estragos.  

No entanto, as causas ainda não foram confirmadas pelos socorristas. A perícia técnica também é aguardada no local.  

Durante o trabalho do Corpo de Bombeiros, a manicure Simone Borges foi impedida de voltar ao salão de beleza que trabalha por segurança. Ela e as companheiras ficaram retidas do lado de fora do isolamento.  

As equipes responsáveis periciavam as residências da região no momento e terminavam de evacuar os terrenos. "A gente está com medo, mas deixamos tudo aberto e queria voltar para pegas as nossas coisas. Não deixam", conta Simone. E completa: "quando aconteceu, parecia que tinham jogado uma bomba. O barulho foi muito alto".  

Vítimas  

O socorrista Fernando Sadano, da Medicar, confirmou ao ACidade ON que apenas um funcionário do clube de tiro precisou ser socorrido ao PS Central. O estado de saúde dele ainda não foi confirmado. Informações de outras vítimas ainda não foram divulgadas.  

Thiago Estrella, que estava na casa da tia e acompanhou o momento da explosão, foi quem encontrou o homem, de aproximadamente 35 anos, caída na rua. "Eu perguntei como ele estava, mas estava desorientado, falando apenas que não sentia mais as pernas. Eu levei ele até as ambulâncias".  



Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook