Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Vizinho de local de explosão relata que cápsulas foram parar em avenida

Prédio abriga um clube de tiro e loja de caça e pesca, em Ribeirão Preto; Thiago Estrella diz que chegou a pegar no colo uma vítima que não conseguia andar

| ACidadeON/Ribeirao

Thiago Estrella socorreu vítima do explosão (Foto: Weber Sian / ACidade ON)
 

Um vizinho do clube de tiro onde ocorreu uma explosão e incêndio na manhã desta sexta-feira (15), na avenida Caramuru, em Ribeirão Preto, relatou momentos de tensão ao socorrer uma vítima.  

"Muitos estouros e parecia um cenário de guerra, não é comum ver isso ainda mais em bairro residencial. Eu tive a única certeza de salvar o rapaz. Foi um susto muito grande, pois era praticamente tiro para todo lado, bala perdida", declarou.  

Ele conta que ocorreu uma explosão grande no local e que ao sair de casa viu um rapaz caído no chão.  

"Ele disse que não conseguia andar. Meu único instinto foi deixar o celular e trazer ele aqui [para uma área de segurança], mas, depois, soube que estava passando bem", disse.  

O vizinho relatou ter visto cápsulas deflagradas de 38 e 32 espalhadas pelo chão e afirmou não saber que havia um estande de tiro perto da casa.   

Um vendedor, que preferiu não ter o nome divulgado na matéria, também encontrou munição pelas ruas. As cápsulas recolhidas por ele estavam há mais de 100 metros do local do acidente.  

 "Eu não ouvi o barulho. Quando cheguei, o trânsito já estava um caos e as pessoas desesperadas. Percebi o que tinha acontecido quando comecei a encontrar bala no chão. Faltava luz nessa hora também", conta.  

Parte do fornecimento de energia foi interrompido devido ao impacto da explosão. Às 12h a CPFL (Companhia Paulista de Força e Luz) fazia alguns reparos, mas não havia prazo para a conclusão do serviço.  

O Exército, que emite o porte de arma e licença para atuação deste tipo de comércio, também foi acionado para acompanhar o rescaldo do incêndio. As causas, no entanto, ainda estão sendo apuradas pelo Corpo de Bombeiros e perícia técnica. Polícia Militar e Guarda Civil também acompanham a operação, além da Transerp, que mantém toda a avenida Caramuru e ruas do entorno interditadas.   

Balas foram encontradas há mais de 100 metros do clube de tiro (Foto: Júlia Fernandes/ACidade ON)


Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook