Aguarde...

cotidiano

Justiça solta mulher que atropelou e matou o marido na zona Sul

Justiça decidiu não prorrogar a prisão de Beatriz Araujo Olivato por falta de provas concretas; crime aconteceu no dia 1º de setembro

| ACidadeON/Ribeirao

 

A Justiça de Ribeirão Preto decidiu soltar uma mulher de 57 anos, que atropelou e causou a morte do próprio companheiro, 55, na zona Sul de Ribeirão Preto. A decisão de não prorrogar a prisão de Beatriz Araujo Olivato foi por falta de provas concretas. 

A mulher está presa na Cadeia Pública de Franca e deve ser solta neste sábado (12). O fato ocorreu no dia 1º de setembro, após uma discussão no apartamento da vítima, no Jardim Nova Aliança. "Eu não matei o meu marido, só vou falar em juízo. Foi um acidente", afirmou a acusada à EPTV ao ser presa.  

Nove dias após o crime, uma câmera, que registrou o atropelamento de Fernando de Azevedo Olivato pela frente, trouxe novas imagens para o caso. Por este novo ângulo, o delegado José Luiz Meirelles Junior, do 4º Distrito Policial, entendeu que a mulher teria atropelado o companheiro intencionalmente, pedindo a prisão temporária - pedido esse atendido pela Justiça. Ela ainda foi indiciada por homicídio triplamente qualificado. 

Outro lado 

A defesa de Beatriz afirmou à EPTV que o crime foi um acidente e que ela não teve a intenção de matar o marido. (Com EPTV) 

LEIA MAIS 
"Foi um acidente", diz acusada de atropelar e matar o companheiro

Mais do ACidade ON