Aguarde...

ACidadeON

Voltar

cotidiano

Desafios da Nasa reúnem apaixonados por ciência em Ribeirão

Competição Nasa Space Apps Challenge 2019 é realizada simultaneamente em 200 cidades do mundo

| ACidadeON/Ribeirao



Até domingo (20), Ribeirão Preto terá um pedacinho da Nasa na cidade. No RibeirãoShopping foi instalada uma das 200 sedes do Nasa Space Apps Challenge 2019, competição realizada simultaneamente pelo mundo.

O "maior hackathon da galáxia" reuniu na cidade 200 profissionais de tecnologia, engenharia, biologia e até artes para criar soluções para problemas reais em até 48 horas. De acordo com Clayton Guimarães, um dos organizadores do evento, são cinco diferentes propostas de projetos. "Desde internet nos oceanos até a lua como fonte de inspiração de arte, são 20 equipes propondo soluções". 

Para ajudar os participantes, a Nasa abre sua base de dados, colhidos através de missões, pesquisa e tecnologias desenvolvidas pela própria agência espacial americana, e que podem ser utilizados durante a maratona.

Para Andreia Werlang e Alexandre Anastácio, o desafio escolhido foi criar um aplicativo web de videogame para coleta de detritos orbitais. Apesar de terem se inscrito separadamente, os antigos colegas de profissão acabaram no mesmo grupo.  

"No começo é natural cada um ter sua própria ideia, então tivemos que aceitar ideias uns dos outros até chegar em uma que todos aprovaram. É legal que promove uma troca de experiências e uma interação entre os participantes".

Apesar de já trabalhar na área de tecnologia, Alexandre não nega estar sentindo pressão. "É uma correria. Quando estiver perto do encerramento acho que vai bater um desespero".

O programador Alex Elias, que também está no grupo, a curiosidade pelo evento surgiu logo após uma divulgação em uma palestra. "Na hora me inscrevi, gosto de desafios e coisas diferentes, além de poder conversar e fazer amizade com pessoas da área".

E o local de trabalho também foi aprovado pelo participante. "Nunca pensei que iria madrugada em um shopping participando de um hackaton".

Já no grupo de Carla, Manoela, Ana Vitória e Isabella, a comemoração era por ter um time completamente feminino. "Já participei de outros hackatons, mas esse foi o primeiro em que estou em um grupo só de mulheres", comemora Manoela.

Com companheirismo, empatia e abertura, as meninas de 18 a 23 anos pretendem, em 54 horas, montar quatro jogos para crianças em que apresentarão um lado não tão conhecido da Nasa: os funcionários que não são astronautas.

"Cada pessoa tem um papel diferente, não é apenas o astronauta. Tem o engenheiro químico, ambiental, enfim. Queremos conscientizar e apresentar isso para as crianças", explica Carla.  

Espaço de descompressão

O portal ACidade ON também está participando do hackaton com um espaço de descompressão. No local, há carregadores de celulares, puffs e monitor para as pessoas acessarem o Game ON TV, portal de games do ACidade ON

A estudante de matemática Graciele Oliveira, de 29 anos, foi uma das participantes do hackaton que aproveitou o espaço, necessário em maratonas como essa. "Já participei de outras hackatons e não tem como não descansar. Tá muito legal e é bem necessário em algo assim".

Você pode ajudar o jornalismo sério

A missão do ACidade ON é fazer um jornalismo de qualidade e credibilidade. Levar informação confiável e relevante, ajudar a esclarecer e entender os fatos, sempre na busca de transformação. E o seu apoio é fundamental. Ajude-nos nessa missão para construir uma sociedade mais crítica e bem informada.

Apoie o bom jornalismo.

Já é assinante? Faça seu login.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON