Aguarde...

cotidiano

Arquidiocese recomenda mais missas para evitar concentração

Medida assinada por Dom Moacir Silva abrange igrejas de Ribeirão Preto que recebem grande número de fiéis nas celebrações; cidade monitora 17 casos suspeitos de Covid-19

| ACidadeON/Ribeirao

Quantidade de missas deve ser aumentada para evitar grande concentração de fiéis (Foto: Marcelo Fontes / ACidade ON)

A Arquidiocese de Ribeirão Preto recomendou no último sábado (14) o aumento do número de missas em igrejas com grande concentração de fiéis, como medida para evitar a proliferação do coronavírus (Covid-19) (veja abaixo a nota na íntegra).

A recomendação segue as orientações sanitárias da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil). Até o momento, Ribeirão monitora 17 casos suspeitos da doença. 

A medida da Igreja Católica pretende reiterar o Decreto de 27 de fevereiro de 2020. No texto, o arcebispo Dom Moacir Silva já havia pedido que abraços fossem evitados nas celebrações  
 
Em comunicado emitido no sábado, a Arquidiocese recomendou, ainda, que idosos e fiéis que fazem parte do grupo de risco assistam às missas em suas casas, pelos meios de comunicação.  
 
Além destas medidas, a Arquidiocese de Ribeirão também determinou que encontros catequéticos e reuniões pastorais fossem suspensos até a Páscoa. 
 
"Esperamos que essas medidas não causem pânico, nem tampouco nos impeçam de viver a nossa Fé, junto de nossas comunidades, casas onde o Evangelho e a Eucaristia nos fortalecem a cada momento", disse o arcebispo.  
 
LEIA MAIS
 
Arquidiocese de Ribeirão pede que abraços sejam evitados 


Mais do ACidade ON