Aguarde...

cotidiano

Prefeitura autoriza suplementação de ônibus a partir de segunda

Expectativa é que a reabertura do comércio aumente a demanda de passageiros nos horários de pico; linhas serão analisadas essa semana

| ACidadeON/Ribeirao

Demanda será analisada a partir desta segunda-feira, 1º (Foto: Arquivo Weber Sian / ACidade ON)
 

O setor de Comunicação Social da Prefeitura confirmou, neste sábado (30), que o número de ônibus nas ruas de Ribeirão Preto deve aumentar nos próximos dias, por conta da retomada das atividades comerciais.  

Em nota, a coordenadoria disse que a Transerp vai "suplementar as linhas com maior demanda de passageiros e adequar as grades de horários de acordo com a procura".  

As rotas beneficiadas com mais veículos e os horários adicionais ao cronograma não foram definidas e devem ser analisadas a partir de segunda-feira (1º). A autorização, no entanto, foi dada pelo município após a publicação do último decreto municipal.   

Duarte Nogueira deu aval para que o comércio de rua, shoppings, concessionárias, imobiliárias e escritórios voltem a funcionar na próxima semana, respeitando as regras de funcionamento e higienização impostas pelo Estado de São Paulo.  

A expectativa é que a quantidade de usuários do transporte público também cresça, em comparação às semanas anteriores da quarentena, e as linhas sejam ampliadas na cidade. Isso porque, atualmente, a Pró-Urbano funciona em caráter reduzido de ônibus e funcionários.  

70%  

A redução de passageiros entre abril e maio deste ano, causada pela pandemia do novo coronavírus (covid-19), foi motivo de paralisação do setor no início do mês e reclamação entre os motoristas.  

À época, duas empresas que compõe o Consórcio não pagaram o salário referente ao mês de abril e, por isso, os motoristas cruzaram os braços.  

O motivo alegado pela Pró-Urbano é que o número de passageiros diminuiu 70% por causa da pandemia, deixando as empresas sem dinheiro.  

LEIA MAIS
Transporte coletivo tem paralisação parcial por falta de pagamento
Projeto prevê adiantamento de R$ 4,5 mi ao PróUrbano

Mais do ACidade ON