Aguarde...

cotidiano

Primeiro túnel de Ribeirão vai ligar a Independência e a Vargas

A via terá 380 metros de comprimento e vai custar R$ 19,8 milhões; Obra deve demorar 18 meses

| ACidadeON/Ribeirao

Túnel terá saída na Vargas na altura da rua João Penteado, na zona Sul de Ribeirão Preto (Foto: Alexandre de Azevedo/CCS Ribeirão Preto)
 
O túnel que vai ligar as avenidas Independência e Presidente Vargas, ligando a região central à zona Sul de Ribeirão Preto, vai custar R$ 19,8 milhões. O contrato da prefeitura com a empresa vencedora da licitação vai ser assinado nesta terça-feira (30) e o prazo para conclusão do projeto é de 18 meses.  


CLIQUE AQUI E LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE RIBEIRÃO PRETO
 
 
A ordem de serviço para início da construção também será assinada nesta terça-feira. A vencedora da licitação é a empresa paranaense Contersolo Construtora de Obras. Ainda não há a expectativa de início dos serviços e de interdições viárias no local. 


O túnel
 
Túnel ligará as avenidas Independência e Presidente Vargas (Imagem: reprodução)

O túnel terá duas pistas de mão única no sentido Independência-Presidente Vargas. A via sairá da avenida Independência, passando por baixo da praça Salvador Spadoni, e terminará na Vargas, na altura das ruas João Penteado e Eliseu Guilherme.  

No total, o túnel terá 380 metros de comprimento, sendo 180 metros de área subterrânea. Dentro da via haverá uma passarela de segurança, durante toda sua extensão, de 1,2 metro de largura.  

A estimativa da Transerp que o fluxo de veículos no local seja de até 2,4 mil veículos nos horários de pico. O túnel ainda vai ter uma passarela de segurança e três claraboias (aberturas superiores) para ventilação da via.  

De acordo com o projeto, para a construção serão necessárias 180 toneladas de aço (mesma quantidade utilizada na construção de um prédio de 400 metros quadrados de área, por exemplo), além de cerca de 8 mil metros cúbicos de concreto (contanto com o uso de moldes de concreto pré-fabricados). 


Obras de mobilidade
 
Os recursos são oriundos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) II, disponibilizados em 2012 pelo governo da ex-presidente Dilma Rousseff. Cerca de R$ 310 milhões serão investidos com financiamento com recursos da União. 

 
Leia mais 
Prefeitura apresenta detalhes de obras de mobilidade em Ribeirão

Mais do ACidade ON