Aguarde...

cotidiano

Família procura paciente que fugiu de UBDS em Ribeirão

Darci Francisco de Abreu, de 44 anos, já tinha desaparecido uma vez, mas foi encontrado e levado à unidade, de onde fugiu nesta quinta

| ACidadeON/Ribeirao

Paciente desaparecido tem 44 anos (Foto: Divulgação / Redes Sociais)
 
Uma família de Ribeirão Preto procura por Darci Francisco de Abreu, de 44 anos, que está desaparecido depois de fugir nesta quinta-feira (30) da UBDS (Unidade Básica Distrital de Saúde) do Quintino Facci II, na zona Norte de Ribeirão Preto.   

O paciente, que mora em Curitiba (PR) e passava férias na casa do filho, na zona Oeste de Ribeirão, havia sido encontrado pela família ainda nesta quinta, após ter ficado desaparecido desde segunda (27). Ele estaria sofrendo uma crise de depressão.
 
Em contato com ACidade ON, o filho de Darci, Júlio César Vieceli de Abreu, relatou que o pai acabou fugindo da UBDS depois de ter sido deixado de maca ao lado de uma saída.  
 
"Ele estava prestes a receber alta médica e acabou sendo levado à ala emergência para mais alguns exames. Como ele foi para lá [emergência], não me deixaram acompanhá-lo. Só que, nisso, ele acabou sendo deixado ao lado da porta de saída da UBDS. Quando abriram a porta, ele retirou o cateter do braço, empurrou o pessoal e acabou fugindo", declarou Abreu.    

 
CLIQUE E LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE RIBEIRÃO PRETO E REGIÃO  

 
Ao portal, Júlio ainda afirmou que o pai havia abandonado um veículo em Ribeirão na última segunda, quando teria dito que voltaria à cidade paranaense, onde é dono de uma pizzaria. 

Segundo o filho, Darci, que foi levado à UBDS após ter sido encontrado em uma rodovia da região nesta quinta, teria sofrido supostos surtos de depressão há cerca de 15 anos. 
  
"Ele ficou internado em hospital por quase um ano e teve umas complicações, ficando até mesmo em coma. De lá para cá, não teve mais nenhum problema. Na quinta, antes de vir a Ribeirão, ele havia trabalhado na pizzaria dele [em Curitiba] à noite inteira", disse o filho do paciente. 

"Quando cheguei na UBDS, nesta quinta, ele estava amarrado, mas não sei se ele estava agressivo. Ele foi solto, medicado e até ajudei a dar um banho nele, mas tudo acabou acontecendo quando ele estava prestes a receber alta", completou.     

Qualquer informação sobre Darci pode ser comunicada pelo seguinte telefone: (16) 98140-3329 (Júlio César).

 
Outro lado  
 
A reportagem questionou a Secretaria da Saúde de Ribeirão Preto sobre a fuga da UBDS. Assim que a Saúde se posicionar a reportagem será atualizada. 

Mais do ACidade ON