Aguarde...

cotidiano

Ribeirão Preto tem expectativa de avançar para fase verde

O anúncio está previsto para acontecer nesta segunda (16); prefeito adiantou a possível reclassificação do município no debate do ACidade ON

| ACidadeON/Ribeirao

 

Calçadão de Ribeirão Preto é o principal ponto de comércio no Centro da cidade (Foto: Weber Sian / ACidade ON)

Ribeirão Preto poderá avançar para a fase verde do Plano São Paulo, que prevê mais flexibilização na quarentena causada pela pandemia do novo coronavírus. O anúncio da 15ª atualização está previsto para acontecer nesta segunda-feira (16), no Palácio dos Bandeirantes.

Durante o debate promovido pelo ACidade ON na última terça-feira (10), o prefeito Duarte Nogueira (PSDB) já havia adiantado que o município deverá ser reclassificado à fase verde. 

Segundo a Secretaria Municipal da Saúde com base no dia 13 de novembro, Ribeirão apresentava índices da fase verde por critérios de evolução da epidemia e em relação ao sistema de saúde.   

A cidade está com 32.097 casos confirmados de covid-19 e possui 871 mortes em decorrência da doença. O número de óbitos, porém, pode ser maior, já o sistema apresentava instabilidade na última semana.

Atualmente, Ribeirão está na fase amarela do Plano São Paulo, que libera o funcionamento do comércio, bares e salões de beleza, por exemplo, com 40% da capacidade. 

CONFIRA COMO ESTÃO PREVISTAS AS ATIVIDADES NA FASE VERDE: 

- Shoppings e comércio - ocupação máxima limitada a 60% da capacidade do local, podendo funcionar por até 12 horas seguidas;

- Bares e restaurantes - ocupação máxima limitada a 60% da capacidade do local; consumo local até as 22h (se a região estiver a ao menos 14 dias seguidos na fase verde); mesmo na fase amarela, contudo, o consumo está liberado até as 22h e os clientes podem permanecer no interior de bares e restaurantes até as 23 horas;

- Salões de beleza e barbearia - Ocupação máxima limitada a 60% da capacidade do local, podendo funcionar por até 12 horas seguidas;

- Academia - Ocupação máxima limitada a 60% da capacidade do local, podendo funcionar por até 12 horas seguidas; na fase amarela, a ocupação estava limitada 30% com horário reduzido em 10 horas;

- Eventos e atividades culturais - Ocupação máxima limitada a 60% da capacidade do local, mas, para isso, a região deverá ficar ao menos 28 dias consecutivos na fase verde.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON