Aguarde...

cotidiano

Ribeirão confirma adoção de regras da fase verde do Plano SP

De acordo com decreto da Prefeitura de Ribeirão Preto, normas já são válidas a partir desta segunda-feira (16)

| ACidadeON/Ribeirao

Ribeirão Preto (Foto: Milena Aurea/Arquivo A Cidade)
 
Na edição desta segunda-feira (16) do Diário Oficial do Município, a Prefeitura de Ribeirão Preto confirmou as alterações no decreto que flexibiliza o funcionamento do comércio, serviços, academias, bares e restaurantes na quarentena.  

CLIQUE AQUI E LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE RIBEIRÃO PRETO
 
O novo decreto aumenta o limite de capacidade dos estabelecimentos para 60% (na fase amarela o limite é de 40%) e o funcionamento até as 23h para bares, restaurantes e similares (atualmente, os estabelecimentos podem atender os clientes que chegaram antes deste horário até as 23h).  

De acordo com o decreto, as medidas são válidas a partir desta segunda-feira. A norma ainda mantém os protocolos sanitários para contenção do novo coronavírus (covid-19), como distância mínima de 1,5 metro, utilização de equipamentos de proteção individual e álcool gel.  

Confira trecho do decreto 284/2020:
 
Artigo 1º - Ficam autorizados a funcionar, sem limitação de horário e com limitação de 60% (sessenta por cento) da capacidade conforme protocolo anexo, todos os setores econômicos cujo funcionamento seja permitido no Plano São Paulo de que tratam o Decreto nº 59.473, de 29 de maio de 2020 e o Decreto Estadual nº 64.994, de 28 de maio de 2020, tais como comércio, serviços, "shopping center", galerias, bares, restaurantes e similares, salões de beleza, barbearias, academias de esporte, centros de ginástica, cinemas, teatros, casas de espetáculo, museus, galerias, bibliotecas e equipamentos culturais.
§ 1º - As atividades autorizadas devem obedecer os critérios de protocolos municipais, parte integrante deste Decreto, e os Protocolos do Estado de São Paulo, disponível no link: https://www.saopaulo.sp.gov.br/planosp/.
§ 2º - O funcionamento dos setores das atividades do comércio, serviços, "shopping center", galerias, bares, restaurantes e similares, salões de beleza, barbearias, academias de esporte, centros de ginástica, cinemas, teatros, casas de espetáculo, museus, galerias, bibliotecas e equipamentos culturais deve obedecer os horários já autorizados em alvará.
§ 3º - O horário de funcionamento dos Bares, Restaurantes e Similares (consumo local) fica limitado até as 23h (vinte e três horas), incluindo os localizados no interior dos "shopping centers".
 
Leia mais:
Na fase amarela, Ribeirão Preto adota regras da fase verde


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON