Aguarde...

cotidiano

Justiça barra festa funk devido à pandemia da covid-19

Evento seria realizado neste sábado (28), em Monte Alto; juiz também afirmou que organizadores não possuíam alvarás para realização do evento

| ACidadeON/Ribeirao


Festa estava marcada para este sábado (28) (Foto: ktphotography / Pixabay)

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) impediu, por conta da pandemia do novo coronavírus, a realização de uma festa funk marcada para este sábado (28), em Monte Alto.

Por meio de uma liminar a uma ação civil pública ajuizada pelo MP (Ministério Público), o juiz Gilson Miguel Gomes da Silva afirmou que o evento não tinha alvará da Prefeitura Municipal e do Corpo de Bombeiros para acontecer, além de que poderia desrespeitar às medidas de combate à pandemia, já que provocaria aglomeração de pessoas.  
 
CLIQUE E LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE RIBEIRÃO PRETO E REGIÃO

A divulgação da festa ocorria por meio de redes sociais com ingressos a R$ 15 para mulheres e R$ 30 para homens.

O juiz justificou a decisão citando a Fase Amarela do Plano São Paulo, etapa em que o município de Monte Alto está classificado, e que não permite a realização deste tipo de festa.    

O magistrado ainda citou a possibilidade de o evento receber menores de idade e de eles ingerirem bebidas alcoólicas. 

De acordo com a decisão, caso os organizadores realizem qualquer outro tipo de festa, poderão ser multados em R$ 50 mil a cada descumprimento e, ainda, caberá prisão por desobediência. 

Outro lado

Por meio de um comunicado na rede social, a organização da festa "Noite do Patrão" informou que o evento foi cancelado e que seria reagendado.   

Um promotor que representa a festa informou que iria recorrer da sentença, já que o evento estaria regularizado.

A Prefeitura de Monte Alto ainda não havia se posicionado. (Com EPTV)


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON