Aguarde...

cotidiano

São Paulo: nove escolas foram fechadas por conta da covid-19

De acordo com o sindicato dos professores, em Ribeirão Preto não teve fechamento de escolas, mas houve casos de coronavírus

| ACidadeON/Ribeirao

(Foto: reprodução/Pixabay)
 
O secretário estadual da Educação, Rossieli Soares, apresentou nesta terça-feira (16) o balanço de casos de novo coronavírus (covid-19) registrados em São Paulo na primeira semana após o retorno das escolas da rede. Em todo o estado, nove escolas tiveram de ser fechadas desde a retomada das aulas presenciais - duas já voltaram às atividades.  

LEIA MAIS - Plano SP: Confira os indicadores da região de Ribeirão Preto
 
Segundo o levantamento da pasta, na primeira semana após o retorno das aulas, foram confirmados 77 casos de covid-19 em toda a rede, que conta com 4,5 mil escolas. Entre os dias 8 e 12 de fevereiro, passaram pelas unidades de ensino 855 mil pessoas, entre estudantes, professores e outros funcionários e familiares dos alunos.  

No grupo dos contaminados, estão 15 estudantes e 62 servidores ou professores. O secretário Rossieli Soares afirmou que a rede estadual não iria divulgar as unidades e as localidades para preservar as escolas e pessoas contaminadas.  

Do total de casos, 53 foram isolados, com apenas uma pessoa contaminada. Em outras sete situações, foram registradas dois casos em uma mesma escola, e em três oportunidades, três ou mais pessoas foram infectadas pelo novo coronavírus.  

Ele afirma que em todos os casos foi adotado o protocolo de isolamento da pessoa que apresentou os sintomas da covid-19, em casos isolados. Já quando foi constatado mais de um caso na mesma unidade de ensino, a secretaria da Educação informou que as turmas foram isoladas e quando necessário houve o fechamento das escolas.  

Em Ribeirão Preto
 
De acordo com a Apeoesp (sindicato dos professores), nenhuma escola estadual foi fechada em Ribeirão Preto desde que as aulas foram retomadas. Porém, já foram registrados, pelo menos, 14 casos de covid-19 entre professores e funcionários no município.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON