Aguarde...

cotidiano

Prefeitura descarta barreiras para fiscalizar isolamento

Antonio Daas Abboud, secretário municipal de Governo, não vê motivos para deter o direito de ir e vir das pessoas

| ACidadeON/Ribeirao

Ribeirão Preto (Foto: Weber / ACidade ON)
A Prefeitura de Ribeirão Preto não vai adotar barreiras de fiscalização para o toque de restrições que entra em vigor nesta sexta-feira (26).

Segundo Antonio Daas Abboud, secretário municipal de Governo, a prefeitura vai cumprir o Plano São Paulo, mas não vê motivos para deter o direito de ir e vir das pessoas.

"Blitz vai continuar acontecendo. A ideia é que as movimentações aconteçam com um motivo. Que as pessoas que não tiverem um motivo forte, que fiquem em caso", disse o secretário em entrevista para a CBN Ribeirão.


Toque de restrições

O governado de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou um toque de restrições em todo o Estado entre 26 de fevereiro e 14 de março. O horário da restrição é entre 23h e 5h.

No entanto, serviços essenciais não serão interrompidos mesmo nesta situação excepcional.

A fiscalização, segundo o governo paulista, fica a cargo das prefeituras, do Procon, da Vigilância Sanitária Estadual e da Polícia Militar.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON