Aguarde...

cotidiano

Vacinação contra gripe começa na próxima segunda com gestantes

Parte das doses já está em Ribeirão Preto, que ainda deverá orientar sobre locais e cronograma

| ACidadeON/Ribeirao

Vacinação contra a gripe deverá começar na segunda-feira (12) (Foto de arquivo: F.L.Piton / A CIDADE)
 

A campanha de vacinação contra a gripe começa na próxima segunda-feira (12), no Estado de São Paulo. A vacinação acontecerá simultaneamente com a imunização contra a contra a covid-19.   

Parte das doses da vacina contra a gripe já chegou a Ribeirão Preto para o início da campanha, conforme o telejornal Bom Dia Cidade, da EPTV.   

LEIA TAMBÉM - Ribeirão abre agendamento para 2ª dose de idosos com 72 a 74 anos

Contudo, a Secretaria Municipal da Saúde informou, por meio de nota de imprensa, que a imunização ainda está sendo organizada e que deverá divulgar mais detalhes e orientações à população.

Pelo cronograma do estado, a campanha será composta por três etapas até o dia 9 de julho.  

A primeira tem início no dia 12 de abril e é destinada aos trabalhadores da Saúde, indígenas, gestantes, puérperas (mulheres com até 45 dias após o parto) e crianças com idade a partir de 6 meses até cinco anos completos.  

A partir do dia 11 de maio será a vez dos idosos (pessoas com 60 anos ou mais) e dos professores das redes pública e privada. 

A terceira etapa começará em 9 de junho e será voltada para pessoas com comorbidades e com deficiência (física, auditiva, visual, intelectual e mental ou múltipla), caminhoneiros, trabalhadores portuários e do transporte coletivo, profissionais das forças armadas, de segurança e salvamento e funcionários do sistema prisional, além de presos e jovens e adolescentes sob medidas socioeducativas.

"Estamos entrando na  sazonalidade do vírus influenza, que é o Outono e Inverno. O vírus da grupe produz maior gravidade em determinados grupos de risco com hospitalização. Se hoje a demanda por leitos já está alta com a covid, na vigência da circulação do vírus influenza a demanda pode ser ainda maior. A campanha é para evitar casos graves e óbitos", disse a diretora da Vigilância Epidemiológica regional, Elisabete Paganini.

A profissional também orientou que as pessoas vacinadas contra o coronavírus devem respeitar o intervalo mínimo de 14 dias para receber o imunizante contra a gripe.

O Governo de São Paulo espera cobertura mínima de 90% no público de 18,5 milhões de pessoas em todo o estado.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON