Aguarde...

cotidiano

Vaga em UTI Covid depende do quadro do paciente, diz Saúde

Na última quarta-feira (2), Justiça de Ribeirão Preto determinou que prefeitura e estado transfiram pacientes para UTI

| ACidadeON/Ribeirao

Na região de Ribeirão Preto, ocupação dos leitos chega a 94% (Foto: Rovena Rosa/ Agência Brasil)
 
Após decisão da Justiça de Ribeirão Preto que obriga o estado e a prefeitura transfiram pacientes com covid-19 para vagas de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em outras regiões ou hospitais da rede privada, a secretaria estadual da Saúde afirmou que as transferências dependem do quadro clínico dos pacientes e não apenas da disponibilidade de vagas. 

A decisão da Justiça foi tomada após pedido da Defensoria Pública estadual, que tem acompanhado casos de pacientes que estão na lista de espera por um leito de internação em UTI nos hospitais. A multa para o descumprimento é de R$ 100 mil ao dia.  

LEIA MAIS - Covid: Justiça de Ribeirão manda transferir pacientes para UTIs
 
Por meio de nota, a secretaria estadual da Saúde informou que está à disposição da Defensoria Pública para prestar esclarecimentos. Segundo a pasta, a demanda de transferências é descentralizada e depende de regulação dos municípios e das regionais de Saúde.  

No comunicado, a secretaria também afirma que a regulação de vagas nos hospitais é realizada pelo sistema da Cross (Central de Regulação e Oferta de Serviços de Saúde) e que os municípios têm autonomia para fazer a transferência dos pacientes dentro de seu território.  

Contudo, informou que disponibiliza médicos da regulação estadual com a intenção de identificar os pacientes que aguardam por vagas para poder auxiliar nas transferências. Porém, afirma que a transferência depende de avaliação médica para que a locomoção seja feita com segurança.  

Paciente morre na UPA
 
Um homem de 55 anos morreu na madrugada desta sexta-feira (4), no Polo Covid da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Treze de Maio. Orson Belfort Viana da Silva estava na unidade desde a última segunda-feira (31).  

LEIA MAIS - Ribeirão: Homem de 55 anos morre à espera de vaga de UTI Covid
 
O Polo Covid recebe pacientes para acompanhamento médico que, dependendo da evolução da doença, podem necessitar de transferência para hospitais.  

Na manhã desta sexta-feira (5), a prefeitura informou que 22 pacientes estão internados em vagas de terapia intensiva nas UPAs e aguardam vagas para transferência.  

LEIA MAIS - Região de Ribeirão tem recorde de leitos de UTI e ocupação de 94%



Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON