Aguarde...

cotidiano

'Tendência é a diminuição da gravidade', diz Sandro sobre covid

Secretário da Saúde de Ribeirão Preto afirma que aperto nas restrições ajudou diminuir avanço da covid-19

| ACidadeON/Ribeirao

Sandro Scarpelini, secretário da Saúde de Ribeirão Preto (Foto: reprodução)
 
O secretário da Saúde de Ribeirão Preto, Sandro Scarpelini, afirmou que após 10 dias de aperto nas restrições para contar o avanço do novo coronavírus (covid-19), já é possível perceber uma tendência na diminuição da gravidade dos casos de pacientes que aguardam por vagas em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) de hospitais. 

CLIQUE AQUI E LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE A COVID-19 EM RIBEIRÃO PRETO
 
Em entrevista para rádio CBN Ribeirão, Sandro afirmou que é possível sentir um declínio no avanço de casos de covid-19. Na última quinta-feira (10), o boletim epidemiológico da secretaria da Saúde apontou 14 mortes por covid-19 e 421 novos casos da doença.  

"Se olharmos os números durante o lockdown, tínhamos 34 pacientes intubados nos pronto-atendimentos. Hoje [quinta, 10], nós amanhecemos com 16 pacientes. Essa queda tem sido paulatina, lenta, mas constante", declarou - nesta sexta-feira (11), a plataforma leitoscovid.org informa que são 12 pacientes internados em leitos de UTI aguardando por vagas em hospitais.  

Contudo, ele lembra que os números ainda estão altos. "Estamos ainda em uma fase bastante crítica, com muitos casos, muitos casos graves e nestes casos graves uma mortalidade maior do que a registrada no ano passado [....] Ainda está no patamar alto, mas a tendência é a diminuição da gravidade", pontua.



Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON