Publicidade

cotidiano

Corpo de Bombeiros orienta sobre queimadas em Ribeirão e região

Nesta semana, o 9º Grupamento do Corpo de Bombeiros de Ribeirão Preto combateu incêndios na reserva do Jataí, em Luís Antônio

| ACidadeON/Ribeirao -

  
Guarnições do 9º Grupamento do Corpo de Bombeiros de Ribeirão Preto atuaram, ao longo desta semana, no combate a recorrentes incêndios na Estação Ecológica Jataí, em Luís Antônio.  
 
VEJA TAMBÉM: Após incêndios, Batatais inicia retomada do abastecimento de água

Como forma de orientar os moradores, a corporação emitiu um comunicado alertando sobre os riscos dos incêndios. O texto ressalta que a estiagem, período no qual se nota a ausência de chuva por longas datas, favorece o surgimento de queimadas.   

"A conscientização de não atear fogo no mato ou em lixo é fundamental para a prevenção das queimadas, que, além de serem uma agressão ao meio ambiente, trazem riscos à saúde. Por isso contamos com o apoio de toda a população", informou a nota. 

 
Como denunciar 
 

As denúncias contra autores de queimadas em Ribeirão Preto e região podem ser feitas ao MP (Ministério Público), por meio do Gaema (Grupo de Atuação Especial de Defesa do Meio Ambiente). Imagens desses atos devem ser encaminhadas ao e-mail gaemarp@mpsp.mp.br.   

Já no perímetro urbano, as denúncias podem ser registradas na PM (Polícia Militar), por meio do 190, ou na Defesa Civil de Ribeirão Preto, que atende pelo 199, 153 e (16) 3632-4747. 
 
Segundo a lei federal Nº 9.605, de 1998, as queimadas em áreas de vegetação são consideradas crime, com detenção de seis meses a um ano. Além disso, Ribeirão Preto também possui leis que regulamentam a punição na forma civil. De acordo com o Código do Meio Ambiente, a multa para esse tipo de infração pode variar entre R$ 55 e R$ 11 mil.   
 

Bombeiros usam drone para monitorar danos de queimadas em Jataí (Foto: Divulgação / 9º Grupamento)
LEIA MAIS 
 
Zoo de Ribeirão recebe animais silvestres vítimas de queimadas 
 
Temperatura vai subir novamente em Ribeirão; Mas e a chuva?

Mais notícias


Publicidade