Publicidade

cotidiano

Morre policial ferido em incêndio em Jardinópolis

Cabo Jean Roberto Boletta, da Polícia Militar, foi cercado pelo fogo em uma área de vegetação no último dia 14 de setembro; Ele estava internado no HC Ribeirão

| ACidadeON/Ribeirao -

 

Cabo Jean Boletta - Foto: Divulgação/redes sociais

Morreu na madrugada deste sábado (25), o cabo Jean Roberto Boletta, da Polícia Militar (PM). Ele sofreu queimaduras em incêndio em Jardinópolis, no dia 14 de setembro e estava internado na unidade de emergência do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto. 

Ele e outro companheiro estavam na viatura quando foram cercados pelo fogo que atingiu uma área de vegetação às margens da vicinal que liga Jardinópolis ao distrito de Cruz das Posse.  

Os dois foram no local para orientar os motoristas, pois a estrada precisou ser interditada por causa de fumaça. Quando os dois voltavam para Jardinópolis, o vento virou e eles acabaram perdendo o sentido de direção, entrando no meio do canavial em chamas. 

O outro PM teve ferimentos leves, foi atendido no pronto-socorro de Jardinópolis e liberado. O Acidade ON ainda não teve informações sobre o horário do velório e enterro do cabo Bolleta.    

Viatura atingida por incêndio em Jardinópolis - Foto: Divulgação/redes sociais

Morte em incêndios

Essa é a segunda vítima de incêndios em canaviais na região de Ribeirão Preto neste ano. Em agosto, o motorista Marco Aurélio Bevilacqua Sertório, de 37 anos, também foi cercado pelo fogo em uma área de canavial e morreu no local. Ele estava dirigindo um caminhão e chegou a enviar um vídeo à família mostrando o trecho com muita fumaça. 

O motorista foi encontrado morto, com o corpo parcialmente carbonizado em uma área com palha de cana-de-açúcar que havia pegado fogo. O veículo também foi destruído pelas chamas. O caso foi registrado na delegacia de Luiz Antônio, como incêndio e morte suspeita. Marcos Aurélio Serlóri era morador de Cravinhos - veja mais.  

Antes de ser achado morto, motorista grava vídeo descrevendo incêndio em canavial - Foto: Divulgação/redes sociais

Mais notícias


Publicidade