Publicidade

cotidiano

Região: Igreja faz exumação de padre em processo de canonização

Desde 2016, tramita o processo de canonização do padre André Bortolameotti, radicado em Barretos, na região de Ribeirão Preto

| ACidadeON/Ribeirao -

Corpo do padre André está sepultado no Santuário Diocesano Nossa Senhora do Rosário, em Barretos (Foto: Reprodução/EPTV).
 
A Diocese de Barretos, município a 120 quilômetros de Ribeirão Preto, realizou nesta segunda-feira (22) a exumação dos restos mortais do padre André Bortolameotti. O procedimento é necessário para canonização do padre, morto em 2010.  

O religioso está sepultado no Santuário Diocesano Nossa Senhora do Rosário de Barretos, cidade onde o padre nascido na Itália viveu por 26 anos. O processo de beatificação começou em 2016, após ter sido autorizado pelo Vaticano, sede de Igreja Católica.  

"Esse processo de exumação na Igreja é uma prática para o conhecimento dos restos mortais do candidato à santidade para provar realmente sua existência e fazer sua conservação. Então, se faz um tratamento de conversação dos ossos do corpo e depois é feita uma cerimônia para autenticar essas relíquias (restos mortais), e elas são guardadas novamente. Quando aprovada a beatificação, então se estrai fragmentos dos ossos, partes do corpo, para veneração pública dos fiéis", explica o padre Tiago Medeiros, perito em exumação de processos de causas de exumação.  

Etapas
 
Segundo a Diocese de Barretos, que faz parte da Arquidiocese de Ribeirão Preto, o processo da Causa de Canonização deve terminar em fevereiro de 2022. Após a finalização será enviado para a análise da Causa dos Santos no Vaticano.  

Caso seja aprovado pelo Papa Francisco, o processo continua e padre André Bortolameotti passar a ter o título de Venerável.  

Após o conhecimento de um milagre sob a intercessão do religioso, e avaliação também do Vaticano por uma comissão de médicos e teólogos, e aprovação do Papa, o padre é declarado Beato.  

Com mais um milagre reconhecido e aprovado, acontece a canonização e o padre André Bortolameotti passa a ser considerado santo pela Igreja Católica. 
 
Corpo do padre André está sepultado no Santuário Diocesano Nossa Senhora do Rosário, em Barretos (Foto: Reprodução/EPTV).



Mais notícias


Publicidade