Publicidade

cotidiano

Ribeirão: Outubro registra 'explosão da violência' na Zona Sul

Em outubro, a zona Sul de Ribeirão Preto teve 63 roubos e furtos de carros e motos registrados e 191 furtos comuns

| ACidadeON/Ribeirao -

Roubos e furtos assustam moradores da zona Sul de Ribeirão Preto (Foto: Reprodução/Câmara de segurança)
 
A zona Sul foi a região de Ribeirão Preto com mais registros de roubos e furtos de carros e motos e de furtos comuns no mês de outubro de 2021, de acordo com a SSP (Secretaria de Segurança Pública) de São Paulo. 

Ao todo, foram 63 furtos de carros e motos na região no último mês. O número de casos registrados só é menor do que em fevereiro de 2016, quando ocorreram 65 furtos ocorrências, de acordo com os dados.  

Os crimes ocorreram na área do 4ª Distrito Policial, que corresponde a área que vai da avenida Nove de Julho até o Anel Viário Sul e da avenida Caramuru até a avenida Portugal. Além disso, também são contabilizados os casos registrados na City Ribeirão.  

O engenheiro agrônomo Vítor Velocci foi uma das vítimas. Em depoimento para EPTV, ele disse que teve o carro furtado no dia 7 de outubro, em frente à casa da mãe.  

"Em coisa de 20 minutos que eu parei lá para almoçar, levaram a caminhonete. Ninguém sabe de nada, ninguém viu nada, ela foi achada em Sertãozinho porque acabaram atolando lá e não deram conta de tirar", declarou.  

No primeiro semestre deste ano, a rua Paschoal Badaró, no Jardim Botânico, foi o local onde mais casos de roubos e furtos de carros foram registrados - oito no total -, junto com a avenida Maria de Jesus Condeixa, no Jardim Iguatemi (zona Leste), e avenida Costa e Silva, nos Campos Elíseos (zona Norte). 

Outros tipos de furtos
 
Em relação aos outros tipos de furtos, que não estão relacionados aos veículos, a zona Sul de Ribeirão Preto volta a liderar no número de ocorrências registradas - com 161 casos em outubro. Em setembro, foram 157 e em agosto 140 casos de furtos foram registrados na região.    

Já em relação aos roubos, foram 51 ocorrências registradas nesta região da cidade, segundo a SSP - novamente, o maior número do ano. O especialista em segurança Guelfo Pescuma Júnior explica quais fatores podem influenciar nessas ocorrências.  

"O marginal via de regra ele busca locais onde tenha produtos de seu interesse, pouco obstáculo para cometer o crime. Nestas regiões nós temos uma população acentuada com poder aquisitivo de alta renda. Tudo isso, agregado, ele, o marginal, tem facilidade para atuar naquela região", disse.  

Ele ainda alerta para necessidade das vítimas realizarem boletins de ocorrências para que a polícia tenha dados mais precisos para realização de ações preventivas contra a criminalidade.  

Outro lado
 
Por meio de nota, a SSP informou que os casos de furtos caíram 12% em 2021 na comparação com 2019 e que de janeiro a outubro deste ano prendeu 161 pessoas e recuperou 93 carros e motos na região do 4ª Distrito Policial.
 
(Foto: Weber Sian / ACidade ON)

Mais notícias


Publicidade