Publicidade

cotidiano

Estadias estão praticamente esgotadas em cidades turísticas da região

Rifaina e Miguelópolis, banhadas pelo Rio Grande, estão entre os destinos mais procurados do interior de São Paulo para a semana do Natal e Ano Novo

| ACidadeON/Ribeirao -

Praia artificial de Rifaina (Foto: Divulgação/Prefeitura)

As cidades turísticas de Miguelópolis e Rifaina, banhadas pelo Rio Grande já estão praticamente com todos os ranchos alugados para o fim de ano. Os dois destinos estão entre os mais procurados no interior de São Paulo nas semanas do Natal e Ano Novo.

Em Rifaina existe até fila de espera, comenta o corretor de imóveis Adelmo Marcelino Neto. "Melhorou mais o movimento (...) o povo está procurando mais neste ano. Rancho que aluguei por R$ 20 mil [em 2020], neste ano, está R$ 25 mil", disse. 

Ele acredita que a alta procura se deve também a reabertura da praia artificial que fica às margens da represa Jaquara, no Rio Grande. O local ficou fechado por mais de um ano e meio, devido a pandemia da covid-19. 

Miguelópolis

Em Miguelópolis, município que também conta com praia artificial, na represa de Volta Grande, a procura superou as expectativas da empresária Pâmela Carla, dona de uma imobiliária na cidade. Segundo ela, restam poucas vagas. "Foi surpreendente, porque geralmente sobram alguns imóveis, e, neste ano, não vai sobrar nenhum", disse.  

Pâmela explica que em 2022 haverá um aumento no preço das estadias em torno de 20%. A procura ainda assim, se mantém alta para os próximos meses. Dos 33 ranchos disponíveis, restam 20 para o Carnaval. Os valores dos alugueis, segundo ela, variam de R$ 1.500,00 a R$ 5 mil para o fim de semana e R$ 15 mil no feriado. (Com EPTV) 

Rio Grande, em Miguelópolis - Foto: Ricardo Custódio/TG

Mais notícias


Publicidade