Publicidade

cotidiano

Daerp vai acabar, mas serviços continuam 100% públicos

A partir de 1º de janeiro de 2022 passará a funcionar a Secretaria Municipal de Água e Esgotos de Ribeirão Preto, a Saerp

| ACidadeON/Ribeirao -

Servidores do Daerp serão alocados na Saerp (Foto: Divulgação / Daerp)
O Daerp, que deixará de existir a partir de 1º de janeiro de 2022, terá os serviços transferidos para a Secretaria Municipal de Água e Esgotos de Ribeirão Preto (Saerp).  

 
A prefeitura afirmou, por meio de nota de imprensa ao acidade on, que, mesmo com a extinção da autarquia, todos os serviços prestados pelo órgão continuarão públicos. 

"A população não sentirá mudança nos serviços. Os investimentos empreendidos pelo Daerp no setor de abastecimento de água vão continuar", disse.  

Em relação aos servidores, o Daerp afirmou que todos serão alocados na Saerp e quer deverão ser mantidas as vantagens pessoais, adicionais por tempo de serviço, sexta-parte, vantagens pecuniárias incorporadas ou permanentes, e vantagens pessoais. 

MAIS: Após aval da Justiça, Prefeitura de Ribeirão extingue o Daerp

A mudança também não deverá alterar a participação da Ares-PCJ (Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento das Bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí), que regula os serviços prestados pelo Daerp. 

"A Ares PCJ monitora, constantemente, os valores da tarifa de água para atender de forma adequada as demandas da cidade", disse a nota, sem citar, contudo, se há reajuste previsto na tarifa de água. 

"Enquanto Daerp, a autarquia contribuiu para que a cidade, hoje, tenha 100% de atendimento de água, 99,87% de atendimento de esgoto e 100% de esgoto tratado, além de ter reduzido em 20,2% as perdas no sistema de abastecimento, que passaram de 61,48%, em 2016, para 49,06%, em 2020. Os investimentos continuarão, o planejamento é reduzir as perdas do sistema de abastecimento de água a 30% até meados de 2023, quando serão concluídas todas as obras do Programa de Gestão, Controle, Redução de Perdas e Eficiência Energética do Daerp, iniciado em 2018. Além disso, nos últimos cinco anos, construiu cinco reservatórios, com capacidade total de armazenamento de 6,8 milhões de litros de água, e está investindo no serviço de pesquisa e reparo de vazamentos não visíveis em 2.500 km de redes de água, além da construção de 65 km de rede adutoras e implantação de 250 válvulas de fechamento de setores", finalizou. (com Leonardo Santos)

Daerp diz que tem reduzido perdas de água e meta é chegar a 30% em 2023 (Foto: Redes Sociais)

Mais notícias


Publicidade