Publicidade

cotidiano

Homem é preso suspeito de matar onça-parda na região de Ribeirão

Vídeo gravado e divulgado por suspeito mostra o animal morto na mata; Na casa dele foram apreendidas espingardas e munições

| ACidadeON/Ribeirao -

 

Polícia Ambiental apreenda armas e munições em casa de suspeito de caça silvestre - Foto: PMA

Um homem de 58 anos, suspeito de matar uma onça-parda durante uma caça na região foi preso no início da noite desta quarta-feira (22) pela Polícia Militar Ambiental (PMA), em Batatais, a cerca de 40 quilômetros de Ribeirão Preto.  

De acordo com a PMA, o animal teria sido abatido na noite de ontem. O suspeito chegou a gravar imagens da onça morta e o vídeo foi divulgado nas redes sociais - veja abaixo. 

Na gravação, ele diz  "Olha o que deu a caçada de hoje. Uma onça!". Em outro momento do vídeo, ele faz menção à distancia do alvo com o companheiro. "Olha da onde eu atirei. Longe hein?", comenta. 

Com o trabalho de apuração, a Polícia conseguiu localizar o suspeito. Na casa dele foram encontradas duas espingardas, munições e itens de caça. Outro suspeito de ter participado da caça também foi detido, informou o capitão Diogo Araújo.

LEIA MAIS
Vídeo: Coletor ameaça e atira dentro de empresa de recicláveis em Ribeirão
'Toda semana tem acidente aqui', diz moradora sobre esquina de Ribeirão

Suspeito nega

De acordo com o soldado Fábio Moraes, também da PMA, o homem negou o crime e alegou que o animal já estava morto quando ele o encontrou. 

"O senhor alegou que a onça havia sido atropelada na beirada da rodovia, pegou e levou ela para dentro do mato e filmou com a espingarda para falar, como se ele tivesse abatido a onça. Ele não confirma que matou o animal", revela. 

Moraes disse ainda que o homem alega que a onça estava em uma região na rodovia que liga Batatais a Altinópolis, mas no local mencionado por ele, nenhum animal foi encontrado pela equipe. 

Delegacia

O suspeito de ter abatido a onça-parda foi levado para a delegacia de Polícia Civil de Batatais para prestar depoimento. Caberá a autoridade arbitrar fiança ou não ao acusado.  

Segundo a Polícia, ele responderá por caça a animal silvestre, posse irregular de arma de fogo e munições. Também será aplicada multa de no mínimo R$ 5 mil. A Polícia informou que ele já tem passagem por porte de arma.   

VEJA TAMBÉM - Com provas em Ribeirão Preto, PM abre concurso com 2,7 mil vagas



Publicidade