Aguarde...

ACidadeON

Voltar

cotidiano

Saiba o que fazer ao perder ou ter documentos roubados

O primeiro passo, depois de perder algum documento, é fazer o Boletim de Ocorrência, na polícia

| Jornal A Cidade

18.set.2013 - Matheus Urenha / A Cidade
Em casos de perda de documentos, o Poupatempo é opção (Foto: Matheus Urenha)

“Perder documentos é o mesmo que perder a identidade. A pessoa deixa de existir até que os mesmos sejam refeitos”, diz Paulo Roberto Vicentine, do Poupatempo. Segundo ele, os cidadãos devem sempre levar o RG, CPF e CNH originais e é preciso ter cuidados especiais ao armazená-los, especialmente em eventos com aglomerações.

Vicentine orienta que, ao perder qualquer documento, é necessário fazer um Boletim de Ocorrência (BO), para resguardar as pessoas de possíveis aborrecimentos. Além disso, o registro da ocorrência será solicitado para a emissão da segunda via.

No caso do RG e da CNH, a segunda via pode ser solicitada por meio de agendamento no site www.agendasp.sp.gov.br, permitindo ao cidadão escolher o dia e a hora para realizar o serviço e, por meio de um link, visualizar lista de documentos que devem ser levados na data marcada. Outra opção é agendar pelo Disque Poupatempo, no 0800 772 3633 – ligação gratuita.

É importante lembrar que as vagas são atualizadas diariamente. Por isso, o cidadão pode ficar atento à grade de agendamento do site, uma vez que haja desistência ou alteração de horário de atendimento, esta vaga ficará novamente disponível.

Para tirar a segunda via da Carteira de Trabalho, o solicitante precisa ser brasileiro nato ou naturalizado. É preciso levar RG, original ou cópia autenticada, uma foto 3x4 recente, e Extrato do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Já o serviço de segunda via do CPF está disponível pela internet no site da Receita Federal (www.receita.fazenda.gov.br) e, nos postos Poupatempo, pode ser feito pelo e-poupatempo ou Acessa SP; basta o cidadão ter em mãos o número do seu CPF.

Valores

A segunda via do RG é gratuita mediante apresentação do BO de furto ou roubo. O boletim de perda não isenta o pagamento da taxa, que é de R$ 30,21. A Carteira de Trabalho não tem taxa para nenhuma das vias. Já a CNH não é isenta do pagamento para a segunda via, mesmo no caso de roubo, e seu valor é de R$ 33,23.

Produtos bancários devem ser bloqueados

No caso de perda ou extravio de cartões de crédito/débito e talões de cheques, a Febraban (Federação Brasileira de Bancos) orienta ao cliente informar ao banco e solicitar o bloqueio do documento perdido, bem como fazer um BO.

Sobre como tirar a segunda via, cada banco tem as suas regras. No entanto, a Febraban recomenda que, ao receber o novo cartão, o cliente mude a senha. É mais seguro nessa situação. A senha bancária funciona como uma chave que abre a porta de acesso às suas contas, permite a realização dos mais diversos tipos de transações e de negócios: saques, transferências, ordens de pagamento, quitação de contas, aplicações e empréstimos, entre outros. Pode ser usada junto com o cartão, em equipamentos como os caixas automáticos e os terminais instalados no comércio, ou sem cartão, em computadores com Internet e home banking.

 

Arte / A Cidade

Mais do ACidade ON