Aguarde...

Colunistas

A Ribeirão Preto que você certamente não conhece

Prestadores de serviços superam comércios em levantamento do Instituto de Economia da Associação Comercial e Industrial

| ACidadeON/Ribeirao

Professor Vicente Golfeto (Foto: Weber Sian / ACidade ON)

Vamos considerar apenas a economia urbana de Ribeirão Preto vista e analisada sob a ótica das empresas privadas distribuídas em indústrias, comércios e serviços. 

Desde o momento em que o município de Ribeirão Preto deixou de ser capital mundial do café - em virtude sobretudo da produtividade da lavoura deste fruto - a economia urbana de Ribeirão Preto assentou-se principalmente sobre a importância de seu comércio, sobretudo o de varejo.  

Anos se passaram e o que se vê nos dias de hoje é um crescimento impressionante do setor de serviços, sobretudo em virtude da força de suas empresas - de educação, de saúde, de profissionais liberais e de outras modalidades - que se impõem pela sua produtividade e pela qualidade impressionante da tecnologia que incorporam.  

Pela primeira vez, o Instituto de Economia da Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto, aprofundando a pesquisa, chegou a verificar - não sem perplexidade - que as empresas que prestam serviços, localizadas em Ribeirão Preto, perfazem um total de 31.731 unidades das mais diversas modalidades.  

As empresas de comércio em geral - sobretudo as de varejo - totalizavam, na mesma data, 30.539 unidades, ligeiramente abaixo do total das empresas prestadoras de serviços. No meio delas, intercaladas, constata-se a quantidade de indústrias que chega a atingir 1.757 unidades, indústrias estas distribuídas entre indústria; indústria e comércio; indústria, comércio e prestação de serviço; e indústria e prestação de serviço.   

Quando se detém sobre a localização dessas empresas dentro do perímetro urbano de Ribeirão Preto, verificamos, através do C.N.A.E (Código Nacional de Atividades Econômicas) o bairro em que elas se situam, a data de início de atividade, o tipo de empresa e até a razão social de cada uma delas.  

Evidente que, a partir destes dados, nós começamos a verificar e entender as razões pelas quais Ribeirão Preto - sempre terra de oportunidades - continua sendo cidade que atrai o capital humano que aqui vem para buscar conhecimento, atendimento de problemas de saúde e de emprego. Ribeirão Preto também gera não poucas oportunidades para se desenvolver a capacidade empreendedora de muitas pessoas vocacionadas a, correndo risco, legitimarem o lucro que obtém com as atividades empresariais. 

Voltaremos brevemente ao assunto.

Mais do ACidade ON