Aguarde...

Colunistas

Dia de vestibular: Carta aos que vão prestar a Fuvest

Falemos da prova de hoje, a chamada prova de Redação. Sim, porque a prova todinha requer redigir o tempo todo

| ACidadeON/Ribeirao

Luiz Puntel (Foto: Arquivo ACidade On)

Se vocês estão na Segunda Fase da Fuvest, candidatos a uma vaga na USP, parabéns porque já são vencedores. É pela ineficiência do ensino brasileiro, e do deficiente incentivo que se dá à educação, que vocês têm que fazer dois vestibulares, disfarçados pelos nomes de Primeira e Segunda Fase.  

Mas, falemos da prova de hoje, a chamada prova de Redação. Sim, porque a prova todinha requer redigir o tempo todo. Vocês terão que responder 10 questões, que, na verdade, são vinte. Sim, porque cada questão se divide em A e B.  

Além das respostas, lógico, terão que dissertar sobre um tema a que terão acesso na hora. Difícil? Não para os que leem constantemente, seja livros, artigos, crônicas e estejam constantemente antenados nas atualidades políticas, culturais e educacionais.  

Caia o que cair, a sugestão que dou a vocês é que, tão logo sejam autorizados a abrir o caderno de questões, leiam e releiam o tema. Em seguida, fechem os olhos e imaginem uma lousa à sua frente. Nela, sempre de olhos fechados, escrevam mentalmente e devagar o tema, sem pressa.  

Com isso, ainda de olhos fechados, saiam mentalmente da sala e foquem nas aulas que vocês tiveram, nos temas que vocês trabalharam durante o ano. Isso mesmo! Concentrem-se nesta pesquisa mental.  

Vocês acham que, assim, estarão perdendo muito tempo? Enganam-se! Os dois ou três minutos que reservarem a este exercício farão um bem enorme a suas notas finais.  

Esse exercício de concentração é fundamental para não incorrer no erro de, apressadamente, escrever a redação equivocada, a redação que não foi pedida. Bora lá para o local de prova?
____________________________
Puntel, faltando um tiquinho só para dar um spoiler!


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON