Aguarde...

cotidiano

Saúde desmente que mulher tenha acessado CPP com coronavírus

SAP diz que a visitante de Ribeirão Preto apresentou quadro da doença e, por isso, o preso, que seria companheiro dela, e demais detentos de pavilhão em Bauru foram isolados

| ACidadeON/Ribeirao

Visitante de presídio teria apresentado infecção pelo novo coronavírus (Foto: Divulgação / Pixabay)
 

A Secretaria Municipal da Saúde de Ribeirão Preto contradiz a informação publicada por um jornal de Bauru, localizado a 211 quilômetros, de que uma visitante ribeirão-pretana já diagnosticada com covid-19 teria tido contato com um detento do CPP-1 (Centro de Progressão Penitenciária) naquela cidade.  

O preso, que tem 27 anos e não está no grupo de risco, é casado com a mulher e foi colocado em isolamento após a suposta confirmação do caso. Ele não teria apresentado qualquer sintoma da doença, como febre, tosse e falta de ar, mas continua sendo monitorado pelo Estado. 

Todas as informações foram confirmadas ao veículo de imprensa, na quinta-feira (19), pelo Coronel Nivaldo Restivo, responsável pela SAP (Secretaria da Administração Penitenciária). A visita ocorreu no domingo (15). 

Nesta sexta-feira (20), ACidade ON também questionou a pasta sobre a matéria e encaminhou o boletim epidemiológico mais atualizado de Ribeirão Preto para que os dados fossem cruzados. Isso porque o município sustenta que 103 casos suspeitos ainda estão sendo investigados e que nenhum foi confirmado até o momento.  

"A visitante apresentou quadro de infecção por coronavírus. Diante da situação, ela avisou a unidade, pois havia tido contato recente com o preso. Mesmo o reeducando se apresentando assintomático, ele e demais presos do pavilhão foram isolados e a equipe de saúde da unidade está monitorando constantemente", disse a assessoria de imprensa da SAP.   

"A mulher teve contato com o detento no domingo e procurou uma unidade de saúde em Ribeirão Preto, onde foi diagnosticada com o coronavírus. Até o momento, não houve nenhum caso confirmado de covid-19 no sistema prisional, nem entre detentos, nem entre servidores, e as medidas de contenção estão sendo tomadas", afirmou o Coronel Nivaldo Restivo ao jornal da cidade de Bauru. 

O setor de comunicação da Secretaria Municipal da Saúde, no entanto, diz que a informação não confere. "Reforçamos: Ribeirão Preto não tem nenhum caso confirmado de covid-19. O que vale oficialmente é o último boletim".  

O boletim epidemiológico mais recente de Ribeirão aponta que o laboratório Adolfo Lutz, de São Paulo, já analisou os exames de 117 pessoas com possíveis sintomas da doença e descartou 14 deles; 103 continuam classificados como "casos suspeitos". Os dados dos pacientes monitorados não foram divulgados pelas autoridades.  

LEIA MAIS 

Ribeirão conta com 103 suspeitos de infecção pelo coronavírus


Mais do ACidade ON