Aguarde...

cotidiano

Vacina com teste em Ribeirão inicia escolha de voluntários

Em Ribeirão Preto serão aproximadamente 300 voluntários; Veja abaixo qual o perfil das pessoas que podem se candidatar

| ACidadeON/Ribeirao


Sinovac, que no Brasil ganhou o apelido de CoronaVac (Foto: Divulgação / Sinovac Biotech)

Dimas Covas, presidente do Instituto Butantan, anunciou, nesta segunda-feira (13), o início da seleção das 9 mil pessoas que vão ajudar nos testes clínicos da vacina contra a covid-19, chamada CornaVac.

Em Ribeirão Preto serão aproximadamente 300 voluntários. Covas confirmou que todos os escolhidos serão profissionais da área da saúde e com atuação em locais destinados a tratar pacientes do novo coronavírus.

No entanto, esses profissionais não podem ter doenças pré-existentes. A seleção será feita de forma on-line (clique aqui para se candidatar)

Acompanhe no vídeo abaixo a explicação de Dimas Covas, presidente do Instituto Butantan:



Ribeirão Preto e a China

Em Ribeirão Preto, o Centro de Saúde Escola da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP), através do Hospital das Clínicas, será o responsável pela testagem. O coordenador da pesquisa é o médico Eduardo Barbosa Coelho.

O desenvolvimento da vacina é uma parceria entre o Instituto Butantan e a gigante farmacêutica Sinovac Biotech, da China. CoronaVac já foi administrada com sucesso em cerca de mil pessoas na China nas fases clínicas um e dois - antes, já havia sido aprovada em testes de laboratório e em macacos.

Se a vacina for aprovada, a Sinovac e o Butantan vão firmar acordo de transferência de tecnologia para produção em escala industrial tanto na China como no Brasil para fornecimento gratuito ao SUS (Sistema Único de Saúde). Os passos seguintes são o registro do produto pela Anvisa e fornecimento da vacina em todo o Brasil.


VEJA TODOS OS LOCAIS QUE VÃO TESTAR A VACINA:

Mais do ACidade ON