Aguarde...

cotidiano

Técnico de enfermagem da UPA de Ribeirão morre de covid

Marco Antônio Pimenta Pires, de 51 anos atuava na linha de frente do combate ao coronavírus em Ribeirão Preto

| ACidadeON/Ribeirao

técnico de enfermagem, Marco Antônio Pimenta Pires, de 51 anos, morreu de covid-19 (Foto: Redes Sociais)

O técnico de enfermagem, Marco Antônio Pimenta Pires, de 51 anos, que atuava no Polo Covid de Ribeirão Preto, morreu vítima do novo coronavírus.

O ACidade ON foi procurado por funcionários da própria UPA pedindo que a morte de Marco fosse divulgada. Amigos o descreveram como um profissional muito dedicado. 
 
Segundo a Fundação Santa Lydia, que gerencia a UPA de Ribeirão Preto (local que abriga o Polo Covid), 25% dos profissionais que atuam na unidade já foram contaminados pela covid-19. A Fundação informou que testa os funcionários sempre que ele apresentam algum sintoma condizente com a doença.


O caso

Após um plantão na UPA da avenida Treze de Maio, onde está instalado o Polo Covid, o técnico em enfermagem já chegou em casa passando mal. Como vivia em Batatais, procurou a UPA da cidade para o primeiro atendimento.

Acabou encaminhado para um hospital de Batatais, passou um mês internado e acabou falecendo. A morte dele apareceu no boletim epidemiológico de Batatais no dia 16 de julho.

Mesmo com a morte sendo contabilizada em Batatais, profissionais de saúde que fizeram o atendimento disseram que o mais provável é que Marco tenha contraído o vírus no Polo Covid de Ribeirão Preto. 
 
 
MAIS: Técnica de enfermagem de Ribeirão Preto morre de covid 
 


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON