Aguarde...

cotidiano

Plano SP é 'calibrado', mas Ribeirão segue no vermelho

Houve um relaxamento em alguns critérios, mas a situação da região de Ribeirão não muda neste momento

| ACidadeON/Ribeirao


Atual situação das regiões dentro do Plano São Paulo

O Plano São Paulo, que determina a quarentena no Estado, recebeu algumas atualizações, chamadas de calibragem. As mudanças foram anunciadas em coletiva nesta segunda-feira (27), no Palácio dos Bandeirantes.

No entanto, para a situação da região de Ribeirão Preto (26 cidades), a mudança não vai ajudar a sair da fase vermelha, que tem a quarentena mais rígida. Segundo os critérios atuais, Ribeirão e região ficam, pelo menos, mais 14 dias na atual fase do isolamento.

As alterações anunciadas nesta segunda podem facilitar, principalmente, o avanço das regiões que estão na fase 3, a amarela, para a fase 4, a verde.

Na ocupação de leitos, critério crítico para a região de Ribeirão Preto, os números ficaram assim:

- Vermelha (fase 1): acima de 80% de ocupação

- Laranja (fase 2): entre 80% e 75% de ocupação

- Amarela (fase 3): entre 80% e 75% ou 70% (a ser definido) de ocupação

- Verde (fase 4): abaixo de 75% ou 70% (a ser definido) de ocupação

Segundo o Governo de São Paulo, a mudança na taxa de ocupação é para evitar que muitas UTIs fiquem ociosas, já que é necessário atender outros pacientes com doenças graves.

Além disso, outros critérios serão incluídos no Plano São Paulo. Número de internações e de óbitos a cada 100 mil habitantes também serão levados em conta.

Todas essas mudanças para o avanço de fase no Plano São Paulo ainda serão aprovadas em reunião do Comitê de Contingência que ocorre nesta terça-feira (28). 
 
 
MAIS: Número de mortes por covid apresenta queda em julho


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON