Aguarde...

cotidiano

Padre de 86 anos morre em Ribeirão em decorrência da covid-19

Aryclenes Rodrigues Barbosa, o Padre Ary, era pároco emérito da Matriz de Serrana e chegou a ter alta médica, mas passou mal novamente e não resistiu; prefeitura decreta luto

| ACidadeON/Ribeirao

Padre Aryclenes Rodrigues Barbosa tinha 86 anos de idade (Foto: Divulgação)
 

O padre Aryclenes Rodrigues Barbosa morreu na madrugada desta terça-feira (28), aos 86 anos, em decorrência da covid-19. 

Segundo a Arquidiocese de Ribeirão Preto, o religioso, chamado carinhosamente de Padre Ary, também era portador de  Alzheimer e Parkinson, e havia testado positivo para a doença provocada pelo novo coronavírus. O padre chegou a ter alta médica na última sexta-feira (24), mas voltou a passar mal e não resistiu. 

Padre Ary era pároco emérito da Paróquia Nossa Senhora das Dores, a Matriz de Serrana. Ele, porém, estava afastados das funções havia 19 anos e residia na Casa Presbiteral, reservada aos sacerdotes mais idosos ou que foram acometidos por enfermidades, localizada no Jardim Recreio, zona Leste de Ribeirão.  

O corpo do Padre Ary foi sepultado na manhã desta terça, no Cemitério Municipal de Serrana.  

Ainda de acordo com a Arquidiocese, não houve velório devido ao falecimento ser decorrente de circunstâncias da covid-19.  

"Seguindo os protocolos dos órgãos de saúde, em razão do novo coronavírus, para evitar aglomerações, o sepultamento terá a presença apenas dos familiares e alguns membros do clero. Manifestamos nossas orações aos familiares do padre Ary na certeza da ressurreição", disse a nota. 

Luto oficial  

A Prefeitura de Serrana decretou luto oficial de três dias pela morte do padre Aryclenes Rodrigues Barbosa.  

Em nota, o Executivo agradeceu ao religioso. Confira na íntegra: 

"Pe. Aryclenes Rodrigues Barbosa, foi Padre Diocesano, nascido em Miguelópolis na década de 30 (1934); no dia 11 de Setembro. Ordenado Presbítero no dia 21 de Dezembro de 1961, pelo então Bispo de Ribeirão Preto, Dom Luis do Amaral Mousinho. Assumiu a Paróquia Nossa Senhora das Dores em Serrana em 1962 e foi aposentado na mesma, em março 2001. Em Serrana foi um pastor zeloso, amante da Palavra de Deus e dos Sacramentos. Cultivou a arte teatral, musical, educacional, psicológica e principalmente espiritual, deixando um legado de amor e ternura a toda nossa população! Nossa gratidão a este padre Diocesano! Descanse na misericórdia de Deus!".

Mais do ACidade ON