Aguarde...

cotidiano

Ribeirão mantém média de 87,89% de ocupação de UTIs

No entanto, segundo o Governo de São Paulo, ocorreu redução de internações e uma pequena diminuição de mortes

| ACidadeON/Ribeirao




A região de Ribeirão Preto se mantém com a ocupação de leitos covid-19 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na faixa vermelha da quarentena do Plano São Paulo. A medida dos últimos sete dias, segundo o Governo do Estado, foi de 87,9%.

O número foi divulgado em coletiva, nesta quinta-feira (30), no Palácio dos Bandeirantes. Para avançar à fase laranja da quarentena, é necessário que a média móvel da ocupação de leitos dos últimos sete dias fique abaixo de 80%. 
 
 
MAIS: Intensivista do HC de Ribeirão é o primeiro a receber vacina 


No entanto, segundo a secretária estadual de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen, ocorreu uma redução de 10% na média móvel de novas internações na região de Ribeirão Preto. Esse número é obtido comparando a média dos últimos sete dias com os sete dias imediatamente anteriores.

Ainda segundo a secretária, na média móvel de óbitos ocorreu uma redução de 1% - a comparação é do mesmo período citado no parágrafo anterior.


Triplicou os leitos

O secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, também na coletiva desta quinta, informou que os leitos de UTI para o tratamento da covid-19 triplicaram desde o início da crise.

"A região 6,83 leitos a cada 100 mil habitantes, agora está batendo 20 leitos a cada 100 mil habitantes. É um esforço muito intenso (para a queda da taxa de ocupação)", analisou Vinholi.

Ellen e Vinholi ainda apontaram que a região do Estado mais crítica em relação a covid-19 em São Paulo é a do Vale do Ribeira.


Plano SP

A próxima atualização para as regiões avançarem de fase dentro do Plano São Paulo deve ocorrer em 7 de agosto e entrar em vigor no dia 10 do mesmo mês.

A região de Ribeirão Preto está na fase vermelha, com a quarentena mais rígida, desde o dia 15 de junho. 
 
 


Mais do ACidade ON