Aguarde...

cotidiano

Defensoria pede suspensão da 2ª fase do vestibular da Unesp

Pedido foi encaminhado após a confirmação de casos da nova variante do novo coronavírus na região de Ribeirão Preto

| ACidadeON/Ribeirao

(Foto: Divulgação)
 
A Defensoria Pública de São Paulo solicitou a suspensão da realização da segunda fase da Vunesp, vestibular que dá acesso dos estudantes à Unesp (Universidade Estadual Paulista).   

O pedido acontece após a organizadora do vestibular ter decidido pela transferência dos locais de prova de 1,5 mil estudantes que prestariam o exame em Araraquara para Ribeirão Preto. 

LEIA MAIS - Alunos da região de Araraquara vão fazer vestibular em Ribeirão  

As provas da segunda fase da Vunesp estão marcadas para o dia 28 de fevereiro e mais de 35,4 mil estudantes foram convocados para prestar esta etapa. O vestibular oferece 7,6 mil vagas na edição de 2021 e o exame será aplicado em 34 cidades de São Paulo e outras regiões do País.  

O pedido para suspensão da aplicação da prova foi solicitado pelos defensores Luís Marcelo Mendonça Bernardes e Matheus Bortoletto Raddi. Eles alegam que houve o agravamento da pandemia do novo coronavírus (covid-19) na região de Araraquara, onde foi identificado a circulação da nova variante do vírus.  

"Com a circulação comunitária da nova variante do coronavírus na região de Araraquara não se mostra seguro o deslocamento de quase 1,6 mil candidatos da região para a cidade de Ribeirão Preto", informaram na recomendação. 

Além disso, alegam que os candidatos não podem ser prejudicados pela decisão considerada repentina da organização do vestibular de transferir a prova para outra cidade.  

Insatisfação
 
Na última segunda-feira (22), o prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira (PSDB), afirmou que o município avalia impedir a vinda dos estudantes que prestariam a prova em Araraquara.  

A medida estudada tem o intuito de evitar o risco do aumento da transmissão da nova variante do coronavírus, que também foi identificada na cidade.  

Já a Fundação Vunesp e a Unesp informaram, por meio de nota, que os protocolos de aplicação do vestibular foram aprovados pelo Centro de Contingência do Coronavírus de São Paulo.  

Além disso, afirma que serão adotadas todas as medidas necessárias para que a aplicação da prova na segunda fase seja realizada com segurança.  

LEIA MAIS - Prefeitura de Ribeirão avalia barrar estudantes de Araraquara



Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON