Aguarde...

cotidiano

Ribeirão: Acusação de fraude causa dúvida em idosos vacinados em UBS

Laudo apontou que mulher de 84 anos foi espetada, mas não recebeu imunizante; Prefeitura abre sindicância, mas não responde ao ACidade ON

| ACidadeON/Ribeirao


Perícia constatou a fraude na vacinação (Imagem: Reprodução)

Familiares de idosos que foram vacinados na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Jardim Juliana, na zona Leste de Ribeirão Preto, procuraram o ACidade ON com medo da imunização não ter ocorrido de fato.

Uma perícia realizada pelo Instituto de Criminalística (IC), usando imagens de familiares de uma idosa de 84 anos, apontou que ocorreu uma fraude na vacinação. A auxiliar de enfermagem espetou a idosa, mas não injetou o imunizante. A imagem é do dia 8 de março de 2021.

Nesta segunda-feira (e-mail das 13h56), o ACidade ON questionou a Prefeitura de Ribeirão Preto sobre a situação. A reportagem fez as seguintes perguntas: A funcionária foi afastada ou segue trabalhando? Quantas vacinas ela aplicou? A Prefeitura vai investigar se mais idosos passaram pela mesma situação?

A Prefeitura, no entanto, não respondeu as questões até às 9h30 desta terça-feira, 27 de abril.


Sindicância

Como o ACidade ON mostrou ontem, 26 de abril, o secretário da Saúde de Ribeirão Preto, Sandro Scarpelini, abriu uma sindicância para apurar a situação envolvendo a auxiliar de enfermagem da UBS do Jardim Juliana (clique aqui e saiba mais).


É crime

De acordo com o promotor de Justiça, Paulo Teotônio, que teve acesso ao laudo do IC, a situação configura, pelo menos, dois crimes: infração ao Estatuto do Idoso e crime contra a Saúde Pública.

O caso também é investiga pela Delegacia de Proteção ao Idoso, que abriu um inquérito após a família da mulher de 84 anos registrar boletim de ocorrência.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON