Aguarde...

cotidiano

Vacinado, Doria pegou covid-19 pela segunda vez; Entenda o motivo

O governador João Doria (PSDB) foi diagnosticado nesta quinta-feira (15) com a covid-19 pela segunda vez em menos de um ano

| ACidadeON/Ribeirao

Governador João Doria - (Foto: Divulgação/Governo SP)

O governador João Doria (PSDB) foi diagnosticado nesta quinta-feira (15) com a covid-19 pela segunda vez. Positivado também em agosto do ano passado, a reinfecção ocorre em menos de um ano e com o político vacinado. 

O infectologista do Hospital das Clínicas, Dr. Ulisses Strogoff, explica que mesmo com a vacina, a pessoa pode ser infectada pelo novo coronavírus, contudo, os sintomas serão mais leves. "O maior objetivo da vacina não é evitar a infecção - seria ótimo, a vacina perfeita, em que conferisse imunidade para não pegar a doença - mas as vacinas que a gente tem, diminuem e muito a questão dos casos graves e da mortalidade", disse Strogoff. 

O médico também ressalta que as pessoas que estão se infectando mais vezes é porque se expõem mais e nem sempre adotam as medidas necessárias. "A vacina faz parte de um conjunto de medidas que não podem ser abandonadas, como evitar aglomeração, evitar lugares fechados, usar mascara apropriada para lugares fechados que é a PFF2", disse. 

Strogoff lamenta que o Brasil não tenha ampliado a vacinação contra a covid-19 mais cedo, pois isso na avaliação dele, poderia ter evitado centenas de milhares de mortes. "No Brasil a mortalidade dos idosos despencou, isso mostra o quanto as vacinas são eficazes. Contra as novas variantes, elas podem até diminuir um pouco a efetividade, mas continuam protegendo contra os casos graves", conclui.   

LEIA MAIS - Doria é diagnosticado com a covid-19 pela segunda vez


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON