cotidiano

Especial Coronavirus

Governo de São Paulo mantém uso obrigatório de máscaras

Governador e secretário da Saúde tinha prometido divulgar um cronograma de flexibilização do uso obrigatório das máscaras nesta quarta, mas anúncio foi adiado

| ACidadeON/Ribeirao -

 

O Governo de São Paulo mantém como obrigatório o uso de máscara em espaços públicos e privados em todo o Estado. O governador João Doria (PSDB) e o secretário estadual da Saúde, Jean Gorintcheyn, tinham marcada a divulgação do cronograma de flexibilização para está quarta-feira (17), mas a medida foi adiada. 
 
Durante a coletiva desta quarta-feira, no Palácio dos Bandeirantes, Paulo Menezes e João Gabbardo, integrantes do Comitê de Científico da Covid-19, explicaram que qualquer flexibilização só deve ser divulgada no final do mês de novembro (veja a explicação no vídeo acima). 
 
Segundo Paulo Menezes, os indicadores da pandemia - casos, internações e mortes, além da vacinação - estão sendo monitorados. "Em breve, vamos atingir indicadores para flexibilizar o uso de máscara", disse, sem estipular uma data. 
 
João Gabbardo repetiu as informações de Paulo Menezes e disse acreditar que a flexibilização deve ser divulgada no final de novembro. A próxima coletiva sobre as regras da quarentena deve ser realizada no dia 24 de novembro.
 
REGRAS - Com a manutenção das regras em vigor, é obrigatório usar máscara no Estado de São Paulo em todas as áreas públicas privadas, inclusive em locais como parques e arenas esportivas. 
 
MAIS: Governo de SP confirma dose de reforço da vacina para quem tem mais de 18 anos
 

Paulo Menezes, coordenador do Comitê Científico (Imagem: Reprodução)

 

Mais notícias


Publicidade