cotidiano

Especial Coronavirus

Johnson: há evidências de que ômicron se transmite entre vacinados

Em entrevista coletiva, o premiê britânico ressaltou que as restrições a viajantes de dez países do sul da África vão durar inicialmente por três semanas

| ACidadeON/Ribeirao -

Londres está em alerta (Foto: Pixabay)
Após o governo britânico confirmar dois casos da variante ômicron do novo coronavírus no Reino Unido, o primeiro-ministro do país, Boris Johnson, afirmou, neste sábado, que há evidências de que a cepa se dissemina de forma mais rápida e pode ser transmitida entre pessoas que completaram o ciclo vacinal.

Em entrevista coletiva, o premiê ressaltou que as restrições a viajantes de dez países do sul da África vão durar inicialmente por três semanas. "Nesse ponto, teremos muito mais informações sobre a contínua efetividade de nossas vacinas", afirmou Johnson, que revelou ainda que o uso de máscaras voltará a ser obrigatório em lojas e transporte público na Inglaterra.

O assessor médico chefe do governo, Chris Whitty, relatou que o número de casos de covid-19 está estagnado no país. Segundo ele, até o momento, a variante delta ainda responde pela maioria dos diagnósticos positivos. Witty acrescentou que a quantidade de mortes vem desacelerando, em meio à campanha de vacinação. 
 
MAIS: Nova York entra em Estado de Emergência

Mais notícias


Publicidade