cotidiano

Especial Coronavirus

Francês internado em estado grave em Ribeirão não tomou vacina

Ele e um amigo desembarcaram no Brasil contaminados pelo novo coronavírus; teste descartou a variante Ômicron

| ACidadeON/Ribeirao -

 

(Imagem: Pixabay)

O francês de 52 anos que está internado em estado grave em Ribeirão Preto não foi vacinado. Ele ele está em um hospital particular com covid-19 desde o dia 28 de novembro e está no respirador desde a sexta-feira (3).  

Ele e um amigo desembarcaram no Brasil contaminados com o novo coronavírus. O exame para mapear a variante causadora da doença constatou a mutação Delta, descartando se tratar da mutação Ômicron.  

De acordo com boletim médico divulgado pelo Hospital Ribeirania, o paciente está com um quadro de insuficiência respiratória e depende de ventilação mecânica. "Segue em estado grave, com grave hipoxemia e necessidade de medicamentos para suporte hemodinâmico", diz o boletim divulgado neste domingo (5). 
 
80% de não vacinados 
 
Um levantamento realizado pela Info Tracker e divulgado pelo portal UOL aponta que oito em cada dez pessoas que morreram de covid-19 no Brasil, entre março e novembro deste ano, não receberam nenhuma dose da vacina. Os dados são da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Estadual Paulista (Unesp).

De acordo com o levantamento, 306.050 pessoas morreram de covid no Brasil entre 1º março e 15 de novembro deste ano. Desse total, 79,7% (cerca de 243 mil vítimas) não haviam tomado nenhuma dose da vacina. Entre os vacinados, 10,7% (cerca de 32 mil) morreram após completar o ciclo vacinal e 9,7% (aproximadamente 29 mil) tomaram apenas uma dose.

Em relação às internações, dos 981 mil internados no período analisado, 802 mil (81,7%) não haviam tomado nenhuma dose da vacina. Entre os vacinados, 8,7% (cerca de 85 mil) haviam tomado apenas uma dose da vacina.

Mais notícias


Publicidade