Publicidade

cotidiano

Enem: estudantes já podem pedir isenção da taxa de inscrição

De acordo com o Ministério da Educação, o pedido aberto nesta segunda-feira, 17 de maio, ficará disponível na Página do Participante até o dia 28 de maio

| Agência Brasil -

Ministério da Educação, em Brasília - Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Os estudantes que pretendem prestar neste ano o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), já podem pedir a isenção da taxa de inscrição da prova. 

De acordo com o Ministério da Educação, o pedido aberto nesta segunda-feira, 17 de maio, ficará disponível na Página do Participante até o dia 28 de maio.  

Quem obteve a isenção no Enem 2020 e não compareceu à prova deve justificar a ausência também pela internet. 

A isenção é oferecida aos estudantes que estão cursando a última última série do ensino médio no ano de 2021, em qualquer modalidade de ensino, em escola da rede pública; e aqueles que cursaram todo o ensino médio em escola da rede pública ou foram bolsistas integrais na rede privada e têm renda familiar igual ou inferior a um salário mínimo e meio por pessoa. 

Além disso, poderão pedir a isenção estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica, que sejam membros de família de baixa renda inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).  

Para isso, devem informar Número de Identificação Social (NIS) único e válido. 

Documentação  

Na hora do pedido, os participantes devem informar número do CPF, data de nascimento, endereço de e-mail e número de telefone. 

Além disso devem enviar documentos que comprovem que se enquadram nos critérios de isenção da taxa de inscrição do exame, tais como: Cédula de Identidade do participante e dos demais membros que compõem o núcleo familiar; cópia do cartão com o NIS válido, no qual está a inscrição no CadÚnico; declaração que comprove a realização de todo o ensino médio em escola pública ou histórico escolar do ensino médio, com assinatura e carimbo da escola. 

No caso de participante bolsista, deve acrescentar a declaração da escola que comprove a condição de bolsista integral em todo o ensino médio. 

Após o prazo de solicitação, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) irá analisar os pedidos. 

Aqueles que não tiverem o pedido de isenção aceito poderão se inscrever normalmente para o exame, pagando a taxa de inscrição, quando for o momento. 

A data de inscrição ainda não foi definida. (Com Agência Brasil)



Mais notícias


Publicidade