Publicidade

cotidiano

Ribeirão: Parceria prevê reestruturar ensino do inglês nas escolas

Prefeitura de Ribeirão Preto firmou parceria com editora de Cambridge, do Reino Unido, para fornecimento de materiais didáticos a partir de 2022

| ACidadeON/Ribeirao -

 

Parceria com editora inglesa foi anunciada nesta segunda-feira no Palácio Rio Branco - Foto: Divulgação/CCS

A Prefeitura de Ribeirão Preto firmou uma parceria com a editora da Universidade de Cambridge, do Reino Unido, para aulas de inglês na rede municipal de ensino a partir do ano letivo de 2022.   

O anuncio foi feito na tarde desta segunda-feira (25) em coletiva de imprensa no Palácio Rio Branco, sede da Prefeitura.   

O acordo de cooperação assinado hoje, prevê a aquisição de materiais para os alunos do ensino fundamental da rede municipal, que serão usados na reestruturação do ensino da língua inglesa.   

VEJA TAMBÉM - Inscrição para o vestibulinho da Etec de Ribeirão abre nesta terça

Segundo a administração a partir de 2022, o inglês será implantado com três aulas semanais para os alunos dos anos iniciais do ensino fundamental (1º ao 5º ano), e as aulas para os anos finais (6º ao 9º ano) serão ampliadas de duas para cinco durante a semana.  

O secretário de Educação, Felipe Elias Miguel, explica que o objetivo é oferecer um ensino de língua inglesa totalmente inserido em um contexto de globalização e de interação social. "Isso possibilitará aos estudantes, ao final do ciclo, terem condições de se beneficiar, seja academicamente, seja no mercado de trabalho", disse.  

Parceria  

A parceria terá vigência de cinco anos, no período de 1º de janeiro de 2022 a 31 de dezembro de 2026 e o valor investido é de R$ 3.185.730,28.    

A editora da Universidade de Cambridge (CUP) é reconhecida como a primeira editora do mundo, criada em 1.534.  O material que será disponibilizado aos alunos é usado em escolas particulares e em outros 50 países.  

Para as aulas, os professores da rede municipal passarão por uma capacitação tanto no aspecto linguístico como, principalmente, no aspecto metodológico, informou a Prefeitura. 

Aulas  

Durante a coletiva, o secretário da educação também disse que mantém a meta de ter o retorno das aulas 100% presenciais em novembro de 2021.  

Segundo ele, uma reunião com a participação de médicos infectologistas e do Sindicato dos Servidores deve ser realizada ainda essa semana. O que ficar decidido na reunião, será passado para a Justiça Trabalhista, para homologação formal do acordo.  

O ano letivo de 2021 vai até o dia 23 de dezembro, com as aulas ocorrendo até o dia 22. 

Aulas presenciais na rede de ensino municipal - Foto: Reprodução/EPTV






Publicidade