Aguarde...

cotidiano

Morre em Ribeirão Preto a professora Fátima Fernandes

Com forte atuação na área sindical, ela concorreu à prefeitura de Ribeirão em duas oportunidades

| ACidadeON/Ribeirao

Fátima Fernandes faleceu neste domingo (21) (Foto: Arquivo ACidade)

Fátima da Silva Fernandes de Sousa, a professora Fátima Fernandes, de 67 anos (17 de dezembro de 1953), faleceu neste domingo (21), em Ribeirão Preto.

Com forte atuação na educação e na área sindical, Fátima foi candidata a prefeita de Ribeirão Preto em duas oportunidades (1996 e 2004), sempre pelo partido PSTU, partido conhecido pelo jargão "contra burguês, vote 16".

Fátima integrava a Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo), que tem uma subsede em Ribeirão Preto. 
 
Segundo o relato de pessoas próximas, ela já vinha travando uma luta contra sérios problemas de saúde.


Confira a nota publicada no grupo da Apeoesp no Facebook:

"É com muito pesar que comunicamos o falecimento da nossa querida companheira, Fátima da Silva Fernandes.
Fátima é uma daquelas imprescindíveis, incansável lutadora. Lutou pela escola pública, pelas injustiças, por uma sociedade justa e pelo socialismo. Travou também uma batalha com sua doença. Hoje ela se foi, mas sua passagem não foi em vão, ela deixa um legado de aprendizado, de fraternidade, de amor a vida que não devemos esquecer.
Está sendo muito difícil falar agora, é muito pouco expressar tudo o que a Fátima representa em tão poucas palavras.
Sua forma inquieta de ser, de pensar, não parava nunca, o tempo todo construindo projetos, nesse período de pandemia estava pensando e escrevendo sobre como o Estado deveria ser responsável por seus idosos.
Acredito que cada pessoa que conviveu com ela terá uma lembrança, uma história para contar, recordar.
Você, Fátima, fará muita falta.
E se carregamos você em nossos corações e mentes, então você estará em todo lugar conosco".


 
Confira a nota de pesar do Sindicato Trabalhadores Serviço Público Federal Estado São Paulo: 
 
"Com imensa tristeza recebemos a notícia do falecimento de Fátima Fernandes, uma grande lutadora, que dedicou sua vida à defesa da escola pública e do socialismo.
Combatente de primeira linha, foi uma feminista revolucionária, uma guerreira incansável.
Fátima é mãe de Yara Souza, que foi jornalista do Sindsef-SP e de Moara Souza, que trabalhou na CSP Conlutas. Muita força para as duas! Nos solidarizamos com toda a família, amigos e companheiros.
Fátima estará sempre conosco em nossas lutas!
Fátima Fernandes presente!"


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON