Publicidade

cotidiano

Grupo Santa Helena comunica morte de executivo da empresa

Lincoln José Gabriello, vice-presidente da Terranuts Agroindustrial, morreu aos 58 anos na segunda-feira (6); A causa da morte não foi informada

| ACidadeON/Ribeirao -

 

Lincoln José Gabriello, tinha 58 anos e deixa esposa e três filhos - Foto: Assessoria Santa Helena Alimentos

Morreu na segunda-feira (6), aos 58 anos, o vice-presidente da Terranuts Agroindustrial, Lincoln José Gabriello.Fundada em 2015, a empresa pertence ao grupo Santa Helena Alimentos de Ribeirão Preto.  

Em nota de pesar, o grupo Santa Helena, afirma que Lincoln teve uma longa história na companhia, desde 1990, e uma carreira reconhecida no agronegócio como profundo conhecedor do ramo de amendoim. 

A empresa destacou ainda seu empenho em tornar a Terranuts, referência no agronegócio e integrante, por seis vezes, da lista de melhoras empresas do setor no país.  

A assessoria não informou a causa da morte do executivo. Lincoln deixa esposa e três filhos.  

Confira nota na íntegra: 

"A Santa Helena Alimentos informa com pesar o falecimento, no dia 6 de setembro, do vice-presidente da empresa Terranuts, Lincoln José Gabriello, aos 58 anos.Lincoln teve uma longa história na companhia, desde 1990, e uma carreira reconhecida no agronegócio. Profundo conhecedor do ramo de amendoim, foi um dos responsáveis pela fundação, em 2015, da Terranuts Agroindustrial, do grupo Santa Helena. Iniciou na empresa como gerente de compras, foi crescendo na carreira, chegou a diretor de operação de agronegócio e, em 2021, assumiu a cadeira de vice-presidente da Terranuts. Todo seu trabalho foi realizado com qualidade e profissionalismo, e foi fundamental para diversas conquistas e certificações da empresa, inclusive internacionais, fazendo da Terranuts referência no agronegócio e integrante, por seis vezes, da lista de melhores empresas do setor no país. Além de uma figura importante da agricultura brasileira, Lincoln era considerado uma pessoa especial. "Um ser humano simples, humilde, coração gigante e que tinha cuidado de estar atento a cada colaborador da organização. Ser humano honroso", lamenta Renato Fechino, ex-presidente da Santa Helena e um dos fundadores da empresa"


.





Mais notícias


Publicidade