Aguarde...

cotidiano

PF busca documentos em investigação sobre aluguel de ambulâncias

Foco é um contrato de R$ 1,1 milhão realizado pela Prefeitura de Ribeirão Preto com dispensa de licitação; foram cumpridos quatro mandados nesta segunda (11)

| ACidadeON/Ribeirao

Sede da Polícia Federal em Ribeirão Preto (Foto: ACidade ON Ribeirão)

Atualizada às 12h57 

A PF (Polícia Federal) cumpriu quatro mandados de busca a apreensão com foco no contrato de R$ 1,1 milhão para o aluguel de ambulâncias pela Prefeitura de Ribeirão Preto com dispensa de licitação.  

Um inquérito do MPF (Ministério Público Federal) apura o uso de verbas da União.  

As buscas ocorreram na manhã desta segunda-feira (11) na prefeitura, na sede e casa de um sócio da empresa contratada.

Durante as buscas teriam sido recolhidos equipamentos e documentos para investigação.    

LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE A PANDEMIA DO NOVO CORONAVÍRUS EM RIBEIRÃO PRETO E REGIÃO

O MP-SP (Ministério Público de São Paulo) também abriu inquérito para apurar o caso.   

A promotoria já havia instaurado um processo administrativo para acompanhar e verificar as aquisições e contratações realizadas pela prefeitura com dispensa de licitação, durante o período de calamidade pública causada pela pandemia da covid-19.

Outro lado 

A Prefeitura de Ribeirão Preto informou, por meio de nota de imprensa, que contribui integralmente com a investigação e  já apresentou todas as informações solicitadas.

"Informa, ainda, que apoia a ação da PF para que se comprove a lisura no certame do contrato dos veículos, realizado com total transparência, pela Secretaria de Administração", disse. 

LEIA MAIS 

MP abre inquérito para apurar aluguel de ambulâncias em Ribeirão

Mais do ACidade ON