Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Identificado um dos homens mortos com suspeita de agressão

Claudemir Dantas de Souza, 41, foi identificado por familiares no IML; outra vítima continua no instituto à espera de reconhecimento

| ACidadeON/Ribeirao

 

Homem foi levado para a Santa Casa, mas não resistiu e morreu (Foto: F.L.Piton / A CIDADE)

 

A família de Claudemir Dantas de Souza, de 41 anos, que morreu após ter sido encontrado com ferimentos pelo corpo no final da noite da última sexta-feira (29), no bairro Cidade Universitária, zona Oeste de Ribeirão Preto, suspeita que ele tenha sido vítima de espancamento. O caso é investigado pela Polícia Civil.

Outro homem, também encontrado ferido com Souza, continua sem identificação no Cemel (Centro de Medicina Legal).  

"A gente está sabendo de várias histórias, mas não tem uma definhada. Uns falam que ele foi encontrado dentro de uma caçamba. Já outros, no meio do mato. Pelo jeito foi espancamento, mas a gente não tem nada definido", declarou um cunhado da vítima ao ACidade ON.  

Uma sobrinha e a mãe de Souza fizeram o reconhecimento do corpo dele nesta segunda-feira (2), no Cemel.  

De acordo com o boletim de ocorrência (BO) de comunicação de óbito, o homem tinha uma tatuagem no peito com o seguinte dizer: "Mãe, eu te amo", além de outra na perna direita com o nome "Tereza". Souza não tinha a parte interna de um dos olhos, o que também ajudou na identificação.  

"A gente não sabe o que realmente aconteceu. Suspeita a gente tem várias, certeza nenhuma. Porque o que a gente tem é que ele foi encontrado caído e resgatado pelo Samu", disse a sobrinha.   

Souza faleceu na Santa Casa por insuficiência respiratória e politraumatismo, segundo consta em outro BO registrado na tarde do último sábado (30).

Ele morava com a mãe a aproximadamente 1,7 quilômetro do local onde foi encontrado ferido. Uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) ainda chegou a socorrer a vítima, que não resistiu.  

O corpo de Souza deve ser sepultado no Cemitério Bom Pastor.  "Vamos descobrir o que aconteceu e o assassino vai aparecer. Mas a gente não tem raiva e não quer fazer nada. Ninguém tem direito de tirar a vida de ninguém", afirmou.  

LEIA TAMBÉM 

Dois homens morrem horas depois de serem encontrados feridos

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários

Veja também