Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Escola de gastronomia é alvo de ladrões pela 3ª vez em 4 dias

Proprietário lutou com suspeito que acabou preso na madrugada desta segunda (9), na zona Sul de Ribeirão Preto; comparsa conseguiu fugir

| ACidadeON/Ribeirao

Fiação do ar-condicionado foi furtada do prédio (Foto: Matuska / 286 imagens / Pixabay)
 

Uma escola de gastronomia localizada no Jardim Sumaré, zona Sul de Ribeirão Preto, foi alvo de criminosos pela terceira vez entre a última sexta-feira (6) e esta segunda (9).  Na madrugada desta segunda, um homem de 29 anos foi preso em flagrante acusado de tentativa de roubo no local e de  lutar com o proprietário. Um comparsa conseguiu fugir.  

Segundo a polícia, o indiciado Ilton Rubens de Paula Junior não tem residência fixa. Ele seria levado para uma audiência de custódia no Fórum da cidade.  

O dono da escola disse que suspeita que seja a mesma dupla na prática de todos os crimes foram dois furtos entre a última sexta e o sábado. Toda a ação foi filmada e a gravação deve ser disponibilizada à Polícia Civil.  

A vítima relata que a busca é pela fiação do prédio, cujo cobre dos fios seria moeda de troca por drogas.  

"Na sexta, levaram uma fiação que estava na frente da escola. No sábado, entraram às 18h45, com gente passando na rua, e começaram a arrancar o resto da tubulação que vai para um quadro [de energia] lá dentro. Levaram fiação de ar-condicionado, cortaram cano de gás da escola e quase explodiu tudo. Na madruga de domingo para segunda, por volta de meia-noite e meia, pularam e estavam roubando o restante das coisas", contou.   

O crime mais recente

O dono disse que estava no prédio com um técnico responsável pela gravação das imagens de segurança quando ouviu um barulho e deparou com os suspeitos em um corredor.  

"Estávamos mudando a posição das câmeras. Quando saímos, eles se assustaram e vieram para cima da gente para nos agredir. Aí, um conseguiu escapar e conseguimos imobilizar o outro após uma luta corporal", disse.  

A PM (Polícia Militar) foi chamada e fez a prisão do homem. Antes de ser encaminhado à CPJ (Central de Polícia Judiciária) da rua Duque de Caxias, porém, ele precisou passar por atendimento médico.  

O dono da escola disse que ele e o técnico ficaram com escoriações pelo corpo e passariam  por exame de corpo de delito no IML (Instituto Médico Legal).

No início deste ano e em 2017 a escola também foi alvo de criminosos, conforme relatou a vítima.  

"A gente luta para ter um negócio, mas fica inseguro. É um medo, chega a dar pânico, porque esses caras não têm nada para perder", desabafou.

QUER CONTINUAR LENDO ESTE CONTEÚDO E MUITOS OUTROS? FAÇA SEU LOGIN OU CADASTRE-SE

Informe seu e-mail e senha cadastrados para ter acesso a todo conteúdo do site:

ainda não tem cadastro?
QUER LER ESSE CONTEÚDO? CADASTRE-SE

Informe seu Nome, E-mail e senha para se cadastrar no Acidade ON

Quero ser informado sobre promoções e ofertas do Acidade ON e seus parceiros
Aceito os Termos de Uso do Acidade ON

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários

Veja também