Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Polícia Civil pede prisão temporária de suspeito de matar entregador

A ação foi gravada por câmeras de segurança e as imagens mostram um homem chegando de moto e realizando dois disparos à queima-roupa

| ACidadeON/Ribeirao

  

A Polícia Civil pediu nesta quarta-feira (14) a prisão temporária de Paulo Ricardo Tiedrick, apontado como suspeito de matar Matheus Silva a tiros em Barretos no dia 5 de novembro. A morte de um entregador de 21 anos pode ter sido ocasionada por uma discussão de trânsito, segundo alguns áudios obtidos durante a investigação do caso.

A ação foi gravada por câmeras de segurança (veja acima) e as imagens mostram um homem chegando de moto e realizando dois disparos à queima-roupa. O homem armado ainda volta e dá um chute na vítima. A execução foi no cruzamento da rua 26 com a avenida Brigadeiro Eduardo Gomes.

À EPTV, o delegado de Barretos, João Brocanello, informou que esperava que o suspeito se apresentasse, o que não aconteceu. A Justiça ainda não respondeu ao pedido.

Investigação

Em um áudio de WhatsApp, revelado durante as investigações, Matheus descreve para amigos a discussão de trânsito que teve poucos minutos antes de ser assassinado.

O jovem diz que se envolveu em uma briga após ser fechado em um cruzamento por um motociclista e relatou que deixou o local após ter sido ameaçado.

"Eu não sei se ele era motoboy, não, se estava fazendo freelancer. Estava com caixa de entrega, tio. Eu descendo a Frade Monte, tá ligado, eu fui virar ali na Rua Três para entrar para o América. Eu dando seta que ia virar e o maluco saiu me xingando, falando que eu fechei ele", diz trecho do áudio enviado por Matheus. (Com EPTV)

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook