Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Detentos que não haviam voltado da 'saidinha' são recapturados

Um deles estava em São Manuel (SP) e foi flagrado com drogas; ambos tiveram a suspensão do regime semiaberto solicitado pela direção da cadeia

| ACidadeON/Ribeirao

Penitenciária de Ribeirão Preto (Foto: Francielly Flamarini)
 

Os dois detentos que não haviam voltado para a Penitenciária de Ribeirão Preto após serem beneficiados pela 'saidinha de Natal' acabaram recapturados nesta sexta-feira (4). O prazo estipulado pela Justiça para retorno à unidade era às 14h de quarta (2).  

Ao ACidade ON, a SAP (Secretaria de Administração Penitenciária) informou que ambos fazem parte da Ala de Progressão. Um deles voltou espontaneamente em horário superior e, por isso, teve a suspensão do regime semiaberto solicitado pela direção da cadeia w foi transferido para a Penitenciária II de Serra Azul.  

O outro procurado estava sendo monitorado com tornozeleira eletrônica e foi encontrado pela polícia na cidade de São Manuel, localizada a 213 quilômetros de Ribeirão, com drogas escondidas.  

"O preso foi recapturado, autuado em flagrante por estar em posse de drogas e também recebeu sustação do regime semiaberto", escreveu a pasta, por meio de nota.  

Nos dois casos foram instaurados procedimentos disciplinares.  

A reportagem teve acesso ao comunicado de fuga após um agente penitenciário, representando a Penitenciária de Ribeirão Preto, registrar um BO (Boletim de Ocorrência) contra os detentos, de 36 e 40 anos. Eles são de Areiopolis (SP) e Ouricuri (PE).  

LEIA MAIS
Penitenciária registra BO após presos não voltarem da 'saidinha de Natal'

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook